quarta-feira, 31 de julho de 2019

Opinião: "Good Guy"

Autor: Kate Meader
Série: Rookie Rebels #1
Edição/reimpressão: Julho de 2019
ASIN: B07RF6XC4P
Páginas: 340
Origem: Oferecido pela autora em troca de uma opinião sincera

Sinopse: He's a Special Forces veteran making his pro hockey debut. She's a dogged sports reporter determined to get a scoop. She's also his best friend's widow . . .

Fans can’t get enough of Levi Hunt, the military veteran who put his NHL career on hold to serve his country and fight the bad guys. So when his new Chicago Rebels bosses tell him to cooperate with the press on a profile, he’s ready to do his duty. Until he finds out who he has to work with: flame-haired, freckle-splashed, impossibly perky Jordan Cooke.

The woman he should not have kissed the night she buried her husband, Levi’s best friend in the service.

Hockey-stick-up-his-butt-serious Levi Hunt might despise Jordan for reasons she can’t fathom—okay, it’s to do with kissing—but her future in the cutthroat world of sports reporting hangs on delivering the goods on the league’s hottest, grumpiest rookie. So what if he’s not interested in having his life plated up for public consumption. Too bad. Jordan will have to play dirty to get her scoop and even dirtier to get her man. Only in winning the story, she might just lose her heart . . .

In this standalone romance set in the Chicago Rebels world, a new generation of players take to the ice and learn that all’s fair in love and hockey.

Opinião: "Between Us and Forever"

Autor: Dylan Allen
Formato: Audiolivro
Narradores: Tracy Marks e Aaron Shedlock
Editor: Read Me Romance
Edição/reimpressão: Abril de 2019
Páginas: -


Sinopse: Once upon a sultry summer night, a princess and a pariah shared a forbidden kiss that neither would ever forget.

But, very quickly, Carter and Elizabeth learn that there are some rules, that even love won’t allow them to break.

Ten years later he’s back in town.

He’s no longer the outcast

She’s no longer the sweetheart.

And, this time, nothing will get between them and their forever.


A minha opinião: Elizabeth está a ter um dia perfeitamente normal no trabalho até que a sua melhor amiga vai à cozinha e lhe diz que Carter está no restaurante. E perguntou por ela. Ela não quer vê-lo. Afinal, passaram-se dez anos. Dez anos desde que partilharam um beijo uma noite em que ela o ouviu a cantar. Dez anos desde que ela resolveu fazer o que era esperado dela e ele saiu da cidade, prometendo voltar por ela.

Pode ter demorado dez anos, mas Carter nunca esqueceu Lizzy, nem a promessa que lhe fez. E agora está de volta para a cumprir. Ele conseguiu aquilo que sempre sonhou: vive da sua música e é o vocalista de uma banda famosa, sendo também ele o compositor da banda. Contudo, só será realmente feliz quando tiver Lizzy ao seu lado...

Porém muito se passou naqueles dez anos, e ela acha que é tarde demais. Mas ele não desiste facilmente...

Até gostei desta história, tem momentos muito doces, mas ficou muito por explicar, demasiado para mim. O que é que causou à Lizzy a cicatriz na cara e as queimaduras nas mãos? O que é que se passou com o seu ex-marido? Porque é que o Carter esperou tanto tempo para voltar? Teria gostado bastante mais se tivesse tido essas respostas...


Classificação: 2

Opinião: "Switch Bidder"

Autor: Sara Ney
Série: Jock Hard #2.5
Formato: Audiolivro
Narradores: Felicity Munroe e Jason Clarke
Editor: Read Me Romance
Edição/reimpressão: Março de 2019
Páginas: 54


Sinopse: Piper has been crushing on Ryder for years. What better chance to make her move than when he’s sacrificing himself to the squealing masses at a charity auction? Too bad she’d rather chug nails than actually bid on a guy who doesn’t know she exists. Or so she thinks…

In a twist of fate, Piper wins Ryder at the auction, but she never collects.

Now he’s determined to find out why.


A minha opinião: Piper tem uma paixoneta por Ryder Williams há quatro anos, apesar de ele nem saber quem ela é... Afinal, ele é um jogador de basebol, famoso na universidade, e ela é uma croma, sempre com o nariz nos livros. Excepto quando está a olhar para ele...

Agora está num leilão onde vários rapazes vão leiloar o seu tempo e descobre que Ryder é um desses rapazes. E depois a sua melhor amiga licita e ganha-o em seu nome... Obviamente que ela não tem qualquer intenção de reclamar o prémio, até que ele a confronta e quer saber porquê.

A verdade é que Ryder reparou em Piper há quatro anos, quando tiveram uma aula juntos, mas um amigo dele demonstrou interesse nela primeiro, por isso ele nunca se aproximou dela. Quando descobre que foi ela quem o "ganhou" no leilão, não pode deixar de ter esperança de ter uma segunda chance. Contudo, passam-se semanas e ela nunca entra em contacto com ele. E ele resolve saber porquê...

Ela insiste que não tem interesse em reclamar o prémio, já que não foi ela a licitar, e ele resolve arriscar e convida-a para um encontro. O encontro termina numa cena no banco traseiro da carrinha dele bastante escaldante que é, ao mesmo tempo, bastante doce.

Gostei de Switch Bidder, mas achei o final demasiado abrupto. Aliás, fiquei com a sensação de que se tratava de uma prequela, mas não parece ser o caso. Mas eu leria uma continuação, sem dúvida!


Classificação: 3

terça-feira, 30 de julho de 2019

Opinião: "Glutton for Pleasure"

Autor: Alisha Rai
Série: Pleasure #1
Editor: Auto-publicado
Edição: Junho de 2014
ASIN: B00LETVCH6
Páginas: 253


Sinopse: They’re craving something sweet. She likes it spicy.

Devi Malik knows how to heat things up. She does it every night as head chef in her family’s Indian restaurant. Her love life, though, is stuck in the subzero freezer. Now, with a chance to fulfill a secret fantasy with her long-time crush and his brother, it’s time to put her desire on the front two burners.

For Marcus Callahan, a love-’em-and-leave-’em attitude isn’t only a necessary evil of their kink. It’s a protective device. Lately, though, his brother Jace has been making noises about craving something more.

Jace’s dissatisfaction with their lifestyle grows with every glimpse of sweet little Devi. Yet Marcus is too haunted by the pain of their shared past to give love a chance.

Despite their reputation for vanishing with the dawn, they discover one night with Devi isn’t nearly enough. And Devi finds herself falling in love with two very different men.

It’ll take more than explosive sex to light up the shadows surrounding the Callahan brothers’ secrets. But Devi’s never been afraid of the dark…

Warning: This title contains two sizzling men for the price of one, ménage a trois, oral sex, anal sex, fun toys, great food, and creative uses for syrup and dressing rooms.
Classificação: 4

domingo, 28 de julho de 2019

Opinião: "Os Bridgerton Felizes Para Sempre"

Título original: The Bridgertons: Happily Ever After
Autor: Julia Quinn
Série: Bridgertons #9
Tradutor: Helena Ruão
Editor: Edições Asa
Edição/reimpressão: Outubro de 2016
ISBN: 9789892336732
Páginas: 304


Sinopse: ERA UMA VEZ UMA FAMÍLIA MUITO ESPECIAL…

Sob a batuta de uma matriarca formidável, os Bridgerton são mais do que uma família, eles são uma força da natureza. Ao longo de oito romances, leitores de todo o mundo riram à gargalhada, emocionaram-se, choraram e apaixonaram-se por estes oito irmãos, pelos seus tios e tias, sogras, sobrinhos e amigos (sem esquecer o cão obeso). De tal forma que, no final, todos os leitores ansiaram por mais.

E perguntaram à autora…

E agora? O que acontece a seguir? O Simon lê as cartas do pai? A Francesca e o Michael têm filhos? Quem consegue a desforra no jogo de palamalho?

Será que o “Fim” tem mesmo de ser o fim?

Também Julia Quinn ansiava responder a estas e outras questões. Por isso, decidiu continuar. Tudo o que ficou por contar é agora revelado em Os Bridgerton: Felizes Para Sempre… até mesmo a história secreta por detrás do amor perfeito de Violet Bridgerton.

Até sempre, Bridgertons!


A minha opinião: Depois de acompanharmos os amores e desamores dos oito irmãos Bridgerton, Julia Quinn resolveu dar aos seus fãs um miminho sob a forma de oito segundos epílogos, um para cada um dos livros da série, bem como uma pequena novela sobre os pais Bridgerton, Violet e Edmund.

Gostei muito de os ler, se bem que o meu preferido foi mesmo a novela sobre a história de amor que deu início a tudo, a história de Violet e Edmund.

Crónica de Paixões & Caprichos - ficamos a saber o conteúdo das cartas do pai de Simon, e porque motivo ele resolveu lê-las. Gostei muito de rever o Simon e a Daphne, bem como a sua prole. Também temos um vislumbre do Colin e da Penelope e dos filhos deles.

Peripécias do Coração - quem não se lembra do infame jogo de palamalho? Pois bem, não é por estarem casados e se amarem que Anthony e Kate deixaram de ser competitivos... Aliás, o jogo, com todos os jogadores originais, é agora um acontecimento anual. E continua tão divertido como o original!

Amor e Enganos - nesta versão da Cinderela, apenas uma das irmãs era malvada. Posy não só era boa, como foi fundamental para o final feliz de Benedict e Sophie. Por isso a autora achou que também ela merecia um final feliz. Eu também acho. E gostei muito de o ler.

A Grande Revelação - o título em Português diz tudo: neste livro é revelada a identidade da infame Lady Whistledown. Contudo, porque a revelação só é feita no final do livro, nunca assistimos à reacção de Eloise ao saber. E é isso que a autora nos dá neste epílogo.

Para Sir Phillip, Com Amor - quando casou com Phillip, Eloise tornou-se madrasta dos gémeos Amanda e Oliver. Adversários à altura dela, se alguém lhes iria conseguir dar a volta, seria Eloisa. Conseguiu, e bem. Aqui acompanhamos Amanda, na primeira pessoa, e já adulta, enquanto esta se apaixona.

A Bela e o Vilão - o meu livro preferido da série só poderia ter um segundo epílogo que respondesse à questão que motivou a sua história: conseguiria Francesca ter, finalmente, o filho que tanto desejava? Este deixou-me de coração apertadinho... Mas fiquei tão feliz pela Francesca e pelo Michael no final!

Aquele Beijo - Hyacinth e Gareth juntam-se porque buscam diamantes escondidos na casa dele. No final, é a filha deles que os encontra, mas volta a escondê-los onde os encontrou nunca tendo revelado que os encontrara. Neste segundo epílogo ficamos a saber que Hyacinth nunca desistiu de os procurar...

A Caminho do Altar - o segundo epílogo começa onde o primeiro termina: com Lucy a dar à luz pela última vez. São gémeas e o parto é difícil. E se as meninas nascem saudáveis, Lucy tem complicações pós-parto. Felizmente Hyacinth está lá para apoiá-la e a Gregory. Obviamente que o final é feliz, mas o percurso é complicado.

O Amor Perfeito de Violet - a história de como Violet e Edmund Bridgerton se conheceram e se apaixonaram. Também assistimos à morte precoce de Edmund, o nascimento de Hyacinth, temos um vislumbre do baile onde Benedict conhece Sophie (e onde percebemos que os irmãos Bridgerton são tão protectores da mãe como eram das irmãs) e uma cena final onde Violet confidencia a Daphne que, embora tenha sentido sempre a falta do marido, foi e continua a ser feliz, com os filhos e os muitos netos!


Classificação: 4

Opinião: "Look But Don’t Touch"

Autor: Cara Dee
Série: Touch #1
Formato: Audiolivro
Narrador: Tor Thom
Editor: Read Me Romance
Edição/reimpressão: Março de 2019
Páginas: 48


Sinopse: Nicholas Ford, a successful club owner in his mid-thirties, decided a while back to deny his true nature in order to follow his family’s advice and settle down. The day before he is to attend his girlfriend’s sister’s wedding, he makes an appearance at his BDSM club and runs into Kayla, a bubbly Little Girl who captures his undivided attention.

Look but don’t touch, Nicholas tells himself.

What he doesn’t know is that Kayla’s in town to go to her cousin’s wedding…


A minha opinião: Nicholas Ford é um empresário, dono de um clube de BDSM e, ele próprio, frequentador do mesmo. Ele é um "Papá Dominador", mas decidiu renegar essa parte de si próprio por insistência familiar para que assentasse. Assim, encontra-se de momento a namorar uma rapariga com quem tem uma relação sexual perfeitamente vulgar e, se for sincero consigo próprio, perfeitamente insatisfatória. Já há algum tempo que pensa em terminar a relação, até porque ela pretende mudar-se para a casa dele, e decide que o fará depois do casamento da irmã dela, onde nunca deveria ter aceitado acompanhá-la porque por que carga de água é que ele vai conhecer a família de uma mulher com a qual já não quer ter nada?

Na véspera visita o seu clube de BDSM e é aí que vê Kayla, uma "Menina"que nunca viu antes, mas que imediatamente lhe chama a atenção. Quando ela o segue até ao seu gabinete com o pretexto de lhe pedir um comprimido para a dor de cabeça, ele não consegue evitar que a sua verdadeira natureza venha ao de cima. Contudo, apesar de tudo, ele tem noção de que tem namorada, e é por isso que se limita a olhar, sem tocar. Ele instrui Kayla sobre o que fazer para que atinja a satisfação sozinha no seu sofá e limita-se a masturbar-se olhando-a.

Esse encontro é a gota de água e ele tenta, sem sucesso, acabar a relação antes do casamento, mas a namorada não o deixa fazê-lo. Mas quando ele lá chega e é apresentado a Kayla como sendo a prima da sua namorada, não pode adiar mais o inevitável...

Gostei de ouvir Look But Don’t Touch, mas o fetiche Papá/Menina simplesmente não é para mim... Nada contra, mas não faz nada por mim. Por esse motivo as cenas calientes entre a Kayla e o Nicholas não me aqueceram nem me arrefeceram e duvido que continue a ler esta série. Provavelmente também não ajudou ter apenas o ponto de vista do Nicholas...


Classificação: 3

sábado, 27 de julho de 2019

Opinião: "The Art of Taming a Rake"

Autor: Nicole Jordan
Série: Legendary Lovers #4
Editor: Ballantine Books
Edição/reimpressão: Janeiro de 2016
ISBN: 9780553392555
Páginas: 373
Origem: Requisitado no NetGalley


Sinopse: Sparks abound in this sizzling new Legendary Lovers tale from New York Times bestselling author Nicole Jordan, in which a seductive rakehell must woo his spirited but love-shy bride while unmasking a mysterious assailant.

Despite his notorious reputation, Quinn Wilde, Earl of Traherne, has mostly honorable intentions. So when beautiful Venetia Stratham boldly enters a gentlemen’s club, demanding that Quinn stop courting her sister, he does what any bachelor would do: He kisses her. With her sharp wit, intoxicating passion, and surprising vulnerability, Venetia is irresistible—except for all this nonsense about threatening to shoot Quinn. But when clandestine enemies make an actual attempt on the earl’s life, Venetia is implicated. To save her good name, Quinn does what any true gentleman must do: He proposes.

Thus Venetia finds herself wed to arrogant, wickedly sensual Quinn, whose devilish ways are as legendary as his rumored skills as a lover. Yet vexingly, her body rebels against her vow to remain immune to his many charms. If only she could reform the infuriating nobleman—without diminishing his undeniable allure. As Venetia discovers that a true rake is hard to tame, Quinn faces an even greater challenge: winning his wife’s fragile trust . . . while defending both their lives.


A minha opinião: E heis que chegou a vez de Quinn Wilde, Conde de Traherne, encontrar a sua amante lendária. Segundo a sua prima Katharine, a felizarda é Miss Ophelia Stratham e o mito que deverão emular é o do Pigmalião. Para apaziguar a prima e a irmã, Skye, ele começa a prestar atenção à jovem, o que rapidamente gera rumores do seu interesse nela. Rumores esses que chegam a França, aos ouvidos da irmã dela, Venetia Stratham, que não perde tempo a regressar a Inglaterra para salvar a irmã. Afinal, Venetia sabe muito bem o perigo que um libertino como Quinn representa. Ela quase se casou com um amigo dele, e Quinn teve um papel preponderante na sua humilhação pública...

Quinn tem plena consciência de que podia e devia ter agido de forma diferente. É também por culpa que se aproximou de Ophelia, com as melhores intenções. Afinal, se demonstrar interesse nela, isso só poderá gerar interesse doutros cavalheiros mais apropriados, certo? Mas também tinha esperança de se redimir aos olhos de Venetia...

Quando vê uma mulher com uma máscara no meio dos restantes clientes da casa de pecado onde se encontra a jogar reconhece imediatamente os olhos de Venetia. E quando um cliente bêbado se mete com ela, intervém para a salvar, fingindo ser o seu amante e beijando-a. Ela está lá à procura de provas da sua libertinagem que convençam a sua irmã que ele não presta, mas não contava nem que ele a reconhecesse, nem que a beijasse, nem que o beijo a perturbasse tanto...

Ela não o consegue convencer, mas aceita recebê-lo no dia seguinte para conversar. Mas quando se estão a ir embora são atacados e a vítima pretendida é claramente Quinn. Que é novamente atacado no dia seguinte quando se dirige à casa dela. Por isso, quando ela vai à casa dele com uma pistola descarregada (apenas como forma de tentar proteger-se das seduções dele) e alguém o tenta alvejar, todos pensam que foi ela quem disparou sobre ele. E ele toma a única atitude honrada: anuncia que não foi ela, já que é a sua noiva.

Ela não quer casar, muito menos com um libertino, mas é a única forma. E Quinn apercebe-se que a teoria da prima está certa, apenas errou a história e a protagonista: a sua lendária história de amor é A Fera Amansada e é com Venetia que a deverá recriar.

Gostei tanto destes dois. Ela teve uma atitude extremamente corajosa para a época. Anunciar a uma igreja cheia que o casamento estava cancelado depois do noivo lhe aparecer uma hora atrasado, com a roupa da véspera e a cheirar ao perfume da amante com quem havia passado a noite, só teve realmente consequências nefastas para ela... Foi ela quem teve de se afastar da sociedade depois dos pais a terem repudiado e, se não fosse a amiga viúva com quem vive como dama de companhia, a sua vida poderia ter sido bem mais trágica. Gostei muito que ela tivesse tomado as rédeas da sua vida, depois das circunstâncias terem mudado mais uma vez, e tivesse reclamado o prazer a que tinha direito e que Quinn estava mais do que feliz em providenciar...

Também o Quinn foi fantástico! A verdade é que ele gostou dela desde que a conheceu, mas hesitou e alguém se chegou à frente primeiro. Ele sempre se culpou pelo papel que teve na desgraça dela, mas nunca se sentiu tão orgulhoso dela como naquele dia. Ele não só se sente atraído por ela fisicamente, mas também a admira profundamente. E quando o destino lhe dá uma segunda oportunidade, faz de tudo para não a desperdiçar. Enquanto se tenta manter vivo e, mais importante ainda, a mantém fora de perigo.

Foi muito bom acompanhá-los nesta jornada e rever os casais dos livros anteriores. Mal posso esperar por saber o que a autora reservou para a Katharine no último livro da série. E pelo cheirinho que nos dá neste livro, promete!


Classificação: 4

quinta-feira, 25 de julho de 2019

Opinião: "Dare to Resist"

Autor: Laura Kaye
Série: Wedding Dare #0.5
Editor: Entangled: Brazen
Edição/reimpressão: Maio de 2014
ASIN: B00JTIOYOM
Páginas: 134


Sinopse: Kady Dresco and Colton Brooks click on a level that defies logic. There are only two problems. One, he's her older brother's irritating best friend, and two, they're bidding on the same military security services contract.

When the competition heats up, Colton is torn between wanting to strangle Kady (and her annoying brilliance) and kissing her into submission. Which is a bad idea for a million reasons, because Kady's submission is exactly what he craves. Being trapped in a tiny motel room with the object of his darkest fantasies will require every ounce of his restraint.

Kady doesn't want his restraint, but Colton knows better. She deserves love, marriage, and a white picket fence—three things Colton can't give her. But her proximity and the memory of their steamy near-miss three years ago slowly destroys his resolve. And he's not sure how much longer he can keep his hands off…or his heart closed.


A minha opinião: Kady Dresco e Colton Brooks conhecem-se desde miúdos. Afinal, ele é o melhor amigo do irmão dela... E ela sempre teve uma paixoneta por ele. Claro que ele sempre a tratou como uma miúda até aquela noite, há três anos, quando ele regressou do exército e foi visitar o irmão dela e, pela primeira vez, olhou para ela como uma mulher. A tensão sexual entre eles foi escalando durante a noite e culminou em dois orgasmos para ela... Os únicos que ela alguma vez conseguiu atingir com um homem...

Agora estão os dois a competir por um contracto para fornecer serviços de segurança ao exército. É bastante óbvio que a tensão sexual entre eles é tão forte agora como era há três anos, o que significa que ambos recorrem à picardia como forma de lidar com ela, como sempre fizeram. Depois de apresentarem as suas propostas, descobrem que não vão poder deixar a cidade porque uma tempestade encerrou o aeroporto. Como se não bastasse, o único motel da pequena cidade do Nevada onde se encontram tem apenas três quartos (há um terceiro concorrente ao contracto) e o quarto de Kady tem uma cascata interior... Colton rapidamente lhe oferece o seu quarto, mas quando bate à porta do outro homem e ele lhes abre a porta sem sequer tentar disfarçar o facto de que o interromperam enquanto se estava a masturbar, Kady não o deixa sacrificar-se tanto e acabam por partilhar o mesmo quarto. Que, obviamente apenas tem uma cama...

Nenhum deles está certo de que irá conseguir sobreviver até de manhã. A verdade é que não há nada que Colton mais queira do que encostar Kady à parede e mostrar-lhe o que realmente sente por ela. E aí reside o problema, ele gosta de sexo à bruta e de ser dominante, mas Kady é a irmãzinha do seu melhor amigo e merece mais do que isso. Ela merece amor, casamento, o conto de fadas e ele nunca lhe poderá dar isso...

Mas quando ele descobre, sem querer, o romance favorito dela no meio das suas coisas, percebe que talvez tenha estado enganado em relação a ela. E que talvez haja esperança para eles afinal de contas...

Gostei mesmo muito da Kady e do Colton e da relação deles. Adorei toda a tensão sexual, todas as insinuações e maneiras que encontravam de se picar e quando finalmente cedem... é 💥. Fiquei com muita vontade de ler os restantes livros da série. Apenas tenho pena que a história seja tão pequena, mas tenho a certeza que ainda os verei novamente...


Classificação: 4



quarta-feira, 24 de julho de 2019

Opinião: "An Instant Connection"

Autor: Melanie Moreland
Série: Insta-Spark Collection #3
Formato: Audiolivro
Narradores: Alexandra Shawnee e Noel Harrison
Editor: Read Me Romance
Edição/reimpressão: Março de 2019
Páginas: 95


Sinopse: A chance meeting. An instant connection. Mitch and Mandy burn hot, but when the smoke clears, and things get real, can their feelings stay strong?


A minha opinião: Mandy pode não gostar do seu emprego como assistente temporária num escritório de arquitectura, mas sabe que é a única forma de juntar dinheiro para poder voltar a estudar. Numa sexta-feira, em que passou o dia a ajudar a sua horrível chefe a preparar o escritório do novo arquitecto famoso que irá começar a trabalhar lá na próxima semana, acaba por sair mais tarde do trabalho. Quando ajuda uma mulher a apanhar o autocarro chama a atenção de um homem que está na paragem.

Esse homem é Mitch e quando repara nela não consegue parar de olhar e não desiste enquanto não a convence a jantar com ele. Ele é novo na cidade e mudou-se para começar um novo emprego. O jantar acaba por se prolongar para o resto do fim de semana, mas o que acontecerá na segunda feira?

Gostei de An Instant Connection pois, apesar de não ser fã de conexões instantâneas, aqui até resultou nem que seja porque ele teve de se esforçar por a reconquistar.


Classificação: 4

terça-feira, 23 de julho de 2019

Opinião: "The Silenced"

Autor: Heather Graham
Série: Krewe of Hunters #15
Editor: Harlequin MIRA
Edição/reimpressão: Junho de 2015
ISBN: 9780778317999
Páginas: 352
Origem: Requisitado no NetGalley


Sinopse: Where is Lara Mayhew? 

Lara, a congressman's media assistant, suddenly quits her job—and disappears on the way to her Washington, DC, apartment.

Novice FBI agent Meg Murray, a childhood friend of Lara's, gets a message from her that same night, a message that says she's disillusioned and "going home." To Richmond, Virginia. Meg discovers that she never got there. And bodies fitting Lara's description are showing up in nearby rivers… Could she be the victim of a serial killer?

Meg is assigned to work with special agent Matt Bosworth, a hard-nosed pro in the FBI's unit of paranormal investigators—the Krewe of Hunters. They trace the route Meg and Lara took more than once in the past, visiting battlefields and graveyards from Harpers Ferry to Gettysburg. Places where the dead share their secrets with those who can hear… As Meg and Matt pursue the possibility of a serial killer, they find themselves in the middle of a political conspiracy. Is there a connection? And who—besides each other—can they trust?


A minha opinião: Lara, a melhor amiga de Meg Murray deixa-lhe uma mensagem a dizer que vai voltar a casa porque está desiludida. Mas depois fica totalmente incontactável e ninguém sabe dela, nem a família, nem ninguém do trabalho. Lara trabalhava como assistente de comunicação de um congressista, o seu emprego de sonho, mas a versão oficial é que, antes de deixar a mensagem a Meg, ela se despediu subitamente...

Tudo isso é muito estranho para Meg, que acaba de completar o curso do FBI e quando começam a aparecer cadáveres muito parecidos com Lara, ela não pode deixar de temer que o corpo de Lara seja o próximo... Felizmente que há quem concorde com ela e ela acaba por ser destacada para a Krewe of Hunters, a unidade de investigações paranormais do FBI. Esse foi sempre o seu objectivo, já que ela consegue ver e comunicar com o espírito dos mortos desde pequena. Agora só lhe resta esperar que o espírito de Lara não lhe apareça...

Meg é destacada como parceira de Matt Bosworth que, se de início parece não ter achado muita graça a ter uma novata como parceira, depressa vê o potencial de Meg e passa a respeitar as suas capacidades. Obviamente que se começa a desenvolver um romance entre eles e aqui está um dos problemas que tive com este livro. É que ela passa grande parte da história sem saber se a melhor amiga está viva ou morta. Por muito atraída que se sentisse por ele, não seria de esperar até saber o que tinha acontecido a Lara?

Também o mistério é fraquinho e previsível. Não foi o meu preferido da série, mas ainda tenho mais uns quantos, por isso vou continuar com ela por mais algum tempo.


Fonte


Classificação: 3

terça-feira, 16 de julho de 2019

Opinião: "Sweet Disorder"

Autor: Rose Lerner
Série: Lively St. Lemeston #1
Editor: Samhain Publishing
Edição/reimpressão: Janeiro de 2015
ISBN: 9781619224155
Páginas: 298


Sinopse: Political intrigue could leave his heart the last one standing...alone.

LIVELY ST. LEMESTON, BOOK 1

Nick Dymond enjoyed the rough-and-tumble military life until a bullet to the leg sent him home to his emotionally distant, politically obsessed family. For months, he’s lived alone with his depression, blockaded in his lodgings.

But with his younger brother desperate to win the local election, Nick has a new set of marching orders: dust off the legendary family charm and maneuver the beautiful Phoebe Sparks into a politically advantageous marriage.

One marriage was enough for Phoebe. Under her town’s by-laws, though, she owns a vote that only a husband can cast. Much as she would love to simply ignore the unappetizing matrimonial candidate pushed at her by the handsome earl’s son, she can’t. Her teenage sister is pregnant, and Phoebe’s last-ditch defense against her sister’s ruin is her vote—and her hand.

Nick and Phoebe soon realize the only match their hearts will accept is the one society will not allow. But as election intrigue turns dark, they’ll have to cast the cruelest vote of all: loyalty...or love.

Warning: Contains elections, confections, and a number of erections.

sábado, 13 de julho de 2019

Opinião: "Rated Ex"

Autor: Ella Fox
Formato: Audiolivro
Narradores: Samantha Cook
Editor: Read Me Romance
Edição/reimpressão: Março de 2019
Páginas: 39


Sinopse: Rules of surviving a breakup:

1. Do avoid your ex like he’s a bill collector

2. Do block his emails and change your phone number if necessary

3. Do bury your head in the sand while you try (and fail) to get over him

4. Don’t talk to him when he shows up while you’re in the middle of the blind date from hell

5. Don’t agree to go home with him when says he needs to talk to you

Let’s hope I don’t come to regret breaking rules four and five within minutes of Mason Cleary swooping back into my life.


A minha opinião: Rory está no pior encontro às cegas de sempre. É tão mau, de facto, que ela suspeita estar nos apanhados. Infelizmente não, o tipo é mesmo horrível. E quando ela pensa que as coisas não podem piorar, eis que surge Mason, o seu ex-namorado!

Depois de a salvar do encontro infernal, Mason insiste que Rory o siga até casa. Ele teima que eles têm assuntos pendentes para resolver e ela eventualmente concorda. Depois de lá estarem, ele conta-lhe como tem estado miserável nestas semanas que passou longe dela. E também lhe diz que percebeu porque é que ela acabou tudo com ele, e explica e pede-lhe desculpa. Acabam por fazer as pazes de uma forma bastante escaldante na tenda da piscina.

Gostei bastante desta história, embora tivesse gostado de ter o ponto de vista do Mason. Está ligada a uma série da autora, a série Enamorado, e fiquei muito curiosa para a ler.


Classificação: 4

sexta-feira, 12 de julho de 2019

Opinião: "After the Fire"

Autor: Kate Meader
Série: Hot in Chicago #2.1
Edição/reimpressão: Setembro de 2016
Páginas: 40


Sinopse: Catch up with the Dempseys in this free Hot in Chicago short story as one couple celebrates a wedding and another struggles to take the next step. Eli and Alexandra managed to survive the secrets, lies, and downright craziness of Chicago election season and have found their hearts-and-shamrocks happily ever after ... or have they?

Note from Kate: This special short story was originally sent to my newsletter subscribers in April 2016 and is now being released to everyone. It should go without saying, but I’ll say it anyway: this contains spoilers for all the Hot in Chicago books, so if you haven’t read them, don’t read this!

quinta-feira, 11 de julho de 2019

Opinião: "Playing with Fire"

Autor: Kate Meader
Série: Hot in Chicago #2
Editor: Pocket Books
Edição/reimpressão: Setembro de 2015
ISBN: 9781476785929
Páginas: 384


Sinopse: From popular romance author Kate Meader comes the second novel in Hot in Chicago, a brand-new, sizzling series that follows a group of firefighting foster siblings and their blazing hot love interests!

As the only female firefighter at Engine Co. 6, Alexandra Dempsey gets it from all sides: the male coworkers who think she can’t do the job, the wives and girlfriends who see her as a threat to their firefighter men, and her overprotective foster brothers who want to shelter their baby sister at all costs. So when she single-handedly saves the life of Eli Cooper, Chicago’s devastatingly handsome mayor, she assumes the respect she’s longed for will finally come her way. But it seems Mr. Mayor has other ideas…

Eli Cooper’s mayoral ratings are plummeting, his chances at reelection dead in the water. When a sexy, curvaceous firefighter gives him the kiss of life, she does more than bring him back to the land of the living—she also breathes vitality into his campaign. Riding the wave of their feel-good story might prop up Eli’s flagging political fortunes, but the sizzling attraction between them can go nowhere; he’s her boss, and there are rules that must be obeyed. But you know what they say about rules: they’re made to be broken…

quarta-feira, 10 de julho de 2019

Opinião: "The Dangerous Love of a Rogue"

Autor: Jane Lark
Série: Marlow Intrigues #4
Editor: HarperImpulse
Edição/reimpressão: Janeiro de 2015
ASIN: B00OXHFR6S
Páginas: 456


Sinopse: ‘The game is on with Pembroke’s little sister…’
Lord Andrew Framlington watched Miss Mary Marlow. The woman had been warned to keep away from him, but she had a little contrary in her soul. She had not been deterred. Perhaps she had a taste for bad hidden beneath her cold denials, or a liking for naughtiness in her soul – either of which appealed.

“Stop pretending you do not like me…” Drew had urged Mary, "Stop running…" Her body urged her to as much as he did. Something pulled her towards him. Something unknown and all consuming… and yet how could she disobey her father and her brother…

The Marlow Family Secrets series continues…


A minha opinião: O Lorde Andrew Framlington precisa desesperadamente de casar por um dote. As suas dívidas estão a acumular-se, por isso ele necessita de recorrer à melhor qualidade que possui: a sua capacidade de seduzir mulheres. E após apenas uma dança com a Miss Mary Marlow, a irmãzinha de Pembroke, ele decide que será ela a sua mulher.

Depois dessa dança, Mary é avisada pelo irmão e pelo pai para se manter afastada dele porque ele é um patife e um malandro e apenas está interessado no dinheiro dela. Mas ele pediu-lhe que o julgasse por si mesma e não por aquilo que ouve sobre ele e ela não consegue deixar de tentar fazê-lo.

Por isso, quando ele começa a seduzi-la secretamente, ela não oferece grande resistência. E deixa-se seduzir. Concorda em fugir com ele para casar, mas quando são encontrados numa situação comprometedora pelo seu pai e pelo seu irmão, que acusam Drew de ser um mentiroso e um manipulador, e ele nem sequer se tenta defender, ela começa a ter dúvidas em relação a ele...

Mas o que está feito, feito está, e agora que estão casados, devem ambos tentar tirar o melhor partido da situação. Só que o Drew é muito orgulhoso e não fala realmente com ela, o que origina uma série de mal entendidos de ambas as partes que apenas os afastam mais. Pode um amor originado em terreno tão incerto ser suficientemente forte para os manter juntos?

Não fui grande fã deles até as coisas começarem a correr realmente mal, mas aí ambos me conquistaram. O Drew passou por muito e está habituado a contar apenas com ele próprio. As únicas pessoas que significavam algo para ele eram a sua irmã e os seus amigos. Agora ele tem de aprender a confiar na Mary e perceber como fazer parte de uma grande família que se adora, algo que ele nunca antes viu ou experienciou. No final, a transformação dele faz com que o percurso para lá chegar tenha valido a pena. 

Devo dizer que gosto mais dos Marlows a cada livro da série que leio. E adoro os pequenos vislumbres do amor entre a Ellen e o Edward (os pais da Mary) que a autora nos dá. E mal posso esperar por saber o que ela reservou para os amigos do Drew e para a sua irmã.


Classificação: 4

terça-feira, 9 de julho de 2019

Opinião: "Sunday"

Autor: Kaia Bennett
Editor: Auto-publicado
Edição: Setembro de 2014
ASIN: B00NAHCZG2
Páginas: 366


Sinopse: When good girl Gia and bad boy Flynn are forced to work on a project for their psychology class, they quickly learn that they share something in common – a mutual hatred that makes it almost impossible to be in the same room together. But all it takes is one explosive Sunday and an attraction that runs too deep to ignore to turn their worlds – and the way they see each other – upside down.

Author's Note: This book contains strong language and sexual content with dark elements, some of which readers may find uncomfortable.
Classificação: 2

domingo, 7 de julho de 2019

Opinião: "Roping the Cowboy"

Autor: Kennedy Fox
Série: Circle B Ranch #1
Formato: Audiolivro
Narradores: Savannah Peachwood e Aiden Snow
Editor: Read Me Romance
Edição/reimpressão: Fevereiro de 2019
Páginas: 128


Sinopse: An unforgettable one-night stand filled with heat and passion starts the unraveling of a love-hate feud between a small-town baker and an arrogant cowboy.

When Katarina shows up at the Circle B Ranch Bed & Breakfast to serve her new gluten-free, sugar-free, organic pastries, Braxton decides to make her life hell for kicking him out the next morning and then pretending he never existed.

First step, make fun of her tasteless muffins.

Second step, get revenge.

Soon the duo are at each other’s throats, getting even until things go too far and the chemistry burns too hot.

Kat claims their night together meant nothing.

He’s determined to prove her wrong.


A minha opinião: Kat e Braxton passam uma noite juntos e, na manhã seguinte, arrependida, ela põe-o na rua. Apesar de nenhum deles conseguir esquecer aquela noite, a partir daí a animosidade entre eles não pára de aumentar. Especialmente quando ela começa a fornecer o rancho onde ele trabalha com os seus bolos.

Geralmente eu adoro histórias em que os protagonistas estão sempre às turras até admitirem o que sentem um pelo outro, mas aqui foi, simplesmente, demasiado... Ele começa por gozar com os bolos dela, dizendo que não sabem a nada, por serem sem glúten (e adorei este pormenor, já que sou intolerante ao trigo) e sem açúcar. E como é que ela se resolve vingar? Dando-lhe um bolo cheio de laxante que o faz ficar tão doente que tem de faltar ao trabalho 3 dias... Porque ter uma conversa com ele e explicar-lhe o que lhe acontece quando consome glúten é que seria parvo... 🙄 Ah, e ainda tem a coragem de ficar indignada quando ele se vinga espalhando esterco à frente da loja dela, porque lhe pode estragar o negócio? Braxton, tu merecias melhor...

Como é um romance, eles lá ficam juntos, graças à interferência dos seus amigos, mas eu não consegui ultrapassar o quão mimada a Kat era, apesar de passar o tempo a afirmar que queria ser independente e não depender da família.


Classificação: 2

quinta-feira, 4 de julho de 2019

Opinião: "Desperate Measures"

Autor: Katee Robert
Série: Wicked Villains #1
Editor: Trinkets and Tales LLC
Edição: Maio de 2019
ASIN: B07PH1MSHL
Páginas: 215
Origem: Oferecido pela autora em troca de uma opinião sincera


Sinopse: My Savior… Or My Ruin?

One night, and my entire life went up in flames. All because of him. Jafar. As my world burned down around me, he offered me a choice. Walk away with nothing but my freedom… Or rise to his challenge and win my fortune back.

I bargained.

I lost.

Now Jafar owns me, and even as my mind rails against his rules, my body loves the punishments he deals out when I break them.

But a gilded cage is still a prison, I’ll do anything to obtain my freedom.

Even betray the man I’m falling for.


Content Warning: This book contains depictions of consensual non-consent.
Classificação: 5


Fonte: Katee Robert's Newsletter

terça-feira, 2 de julho de 2019

Opinião: "Padeira de Aljubarrota"

Autor: Maria João Lopo de Carvalho
Editor: Oficina do Livro
Edição/reimpressão: Outubro de 2013
ISBN: 9789897410338
Páginas: 568


Sinopse: Muitas histórias correram sobre a humilde mulher que, em 1385, numa aldeia perto de Alcobaça, pôs a sua extrema força e valentia ao serviço da causa nacional, ajudando assim a assegurar a independência do reino, então seriamente ameaçada por Castela. É nos seus lendários feitos e peripécias, contados e acrescentados ao longo dos tempos, que se baseia este romance, onde as intrigas da corte e os tímidos passos da rainha-infanta D. Beatriz de Portugal se cruzam com os caminhos da prodigiosa padeira de Aljubarrota, Brites de Almeida, símbolo máximo da resiliência e bravura de todo um povo.


A minha opinião: Tinha muita vontade de ler este livro, não só porque sempre me encantou a história da Padeira de Aljubarrota, mas também porque há muitos anos li um livro da autora de que gostei muito na altura e, agora que mudou do romance contemporâneo para o romance histórico tinha curiosidade em ver se iria continuar a gostar.

A resposta é complexa porque é, ao mesmo tempo, sim e não. Por um lado, a autora continua a escrever muitíssimo bem e o seu trabalho de pesquisa foi extraordinário. Por outro, a história nunca me prendeu o que justifica o facto de ter demorado mais de dois meses para o ler...

Mais do que a história de Brites de Almeida, a famosa Padeira de Aljubarrota, é também a história dos tempos conturbados que se viveram em Portugal naquela altura. Seguimos o percurso de D. Fernando que, tendo sempre condenado o pai, D. Pedro, por se ter deixado encantar por Inês de Castro, se deixa enfeitiçar por Leonor Teles. Não é à toa que recebeu o cognome de A Aleivosa. Era ambiciosa, manipuladora e intriguista, acho que não tinha uma qualidade redentora...

Também é a história de D. Beatriz de Portugal, a rainha-infanta filha deles que foi forçada a casar ainda criança com o rei de Espanha e que nunca chegou a ser rainha de Portugal. E do seu escudeiro Lopo, personagem fulcral nesta história e através da qual conhecemos grande parte dos seus pormenores.

E depois, há Brites, mulher de força notável, física e mental. Com seis dedos em cada mão era mais forte do que muitos homens, tendo-se feito passar por um por várias vezes.

Infelizmente, todas as personagens (com excepção de D. Beatriz) eram total e completamente odiosas. Tenho noção de que foram tempos difíceis, mas não haver uma única personagem por quem torcer é difícil... E tinha passado bem sem o aspecto paranormal da história.

Além disso, não o consigo classificar como romance histórico, já que não há romance propriamente dito. Há espécies disso, mas romance a sério? Népia!

Enfim, gostei, mas podia ter gostado muito mais...


Classificação: 3


Fonte

Release Celebration: DEVOTED TO LOVE by Shayla Black




He was sent to guard her body… he didn’t expect her to steal his heart.
Her sister’s wedding was hardly the place to find a hook up, but after one look at friend-of-the-groom and special operative Josiah Grant, small-town Texas beauty Magnolia West immediately fell in lust. After a stunningly sensual night together, Maggie is prepared for the two of them to go their separate ways. After all, she’s not a happily-ever-after kind of girl. But Josiah—and danger—change her plans.
Josiah isn’t looking for love…but Maggie rouses his body and stirs his heart like no other woman. She’s got a rocky romantic past, and a smart man would steer clear. But when the murder quotient in Kendall County rises and all signs point to a mysterious group nearby who have been harassing Maggie’s family, he can’t leave her unprotected—especially when he realizes he’s fallen hard for her.
As tension mounts and the menace closes in, Josiah will do anything to prove to Maggie that their love is real…but can they stay alive long enough to share it?


APPLE BOOKS I BARNES & NOBLE I AMAZON US

KOBO I GOOGLEPLAY




Shayla Black is the New York Times and USA Today bestselling author of more than sixty novels. For nearly twenty years, she’s written contemporary, erotic, paranormal, and historical romances via traditional, independent, foreign, and audio publishers. Her books have sold millions of copies and been published in a dozen languages. Raised an only child, Shayla occupied herself with lots of daydreaming, much to the chagrin of her teachers. In college, she found her love for reading and realized that she could have a career publishing the stories spinning in her imagination. Though she graduated with a degree in Marketing/Advertising and embarked on a stint in corporate America to pay the bills, her heart has always been with her characters. She’s thrilled that she’s been living her dream as a full-time author for the past eight years. Shayla currently lives in North Texas with her wonderfully supportive husband, her daughter, and two spoiled tabbies. In her “free” time, she enjoys reality TV, reading, and listening to an eclectic blend of music.

NEWSLETTER I WEBSITE I FACEBOOK I INSTAGRAM I TWITTER I PINTEREST I YOUTUBE

segunda-feira, 1 de julho de 2019

Balanço Mensal (Junho 2019)

Fonte

Foi um mês muito bom em relação às leituras. Li The Dangerous Love of a Rogue de Jane Lark, Playing with Fire de Kate Meader e After the Fire um conto extra sobre o casal que a autora escreveu e ofereceu aos fãs, Sweet Disorder de Rose Lerner e The Silenced de Heather Graham, reli Rolling the Dice de Alessandra Torre e ouvi dois audio-livros, Rated Ex de Ella Fox e An Instant Connection de Melanie Moreland.



Publiquei treze opiniões, o que significa que "já" só tenho doze em atraso... 😧

Comecei a participar no COYER Summer Hunt que se vai prolongar até ao final de Agosto. Basicamente o objectivo é ler, e tudo o que lemos conta. Depois é só colocar o link para a nossa opinião no sítio para esse efeito no blogue. Também há uma caça ao tesouro em que, se os livros se enquadrarem em determinados temas, valem passos para chegar ao X.


Este ano não fui à Feira do Livro, mas pedi ao meu irmão que me trouxesse dois livros do dia:



E aproveitei para comprar todos estes ebooks em promoção:


Por último, recebi este em troca de uma opinião sincera:








2019 Reading Challenge


Só me falta um livro para cumprir este desafio...


Desafio Serial Killer 2019




Li mais três livros do cartão, o que faz um total de 5 livros lidos:
  • The Dangerous Love of a Rogue de Jane Lark, #Marlow_Intrigues 
  • Playing with Fire de Kate Meader, #Hot_in_Chicago 
  • The Silenced de Heather Graham, #Krewe_of_Hunters 

Goodreads recomenda 2019


Em Junho escolhi ler Sweet Disorder de Rose Lerner. Gostei bastante.

Para Julho tive de recorrer às leituras de Julho de 2017 e, mesmo assim, só tinha uma das sugestões do Goodreads, por isso vou ler Dare to Resist de Laura Kaye.




Bingo Profissão do Herói 2019


Preenchi mais três casas do quadro: Polícia, Double (Membro da Nobreza) e Arquitecto.




Kimberly Kincaid 2019 Reading Challenge


Em Junho o tema era grab a historical romance and read up! E eu li The Dangerous Love of a Rogue de Jane Lark e Sweet Disorder de Rose Lerner.

Para Julho o desafio é judge a book by its cover. Estou a planear ler Glutton for Pleasure de Alisha Rai, já que o comprei por causa da capa...