domingo, 9 de junho de 2024

Opinião: "Summer on the Island"

Autor: Brenda Novak
Editor: Harlequin MIRA
Edição/reimpressão: Abril de 2022
ISBN: 9780778311850
Páginas: 400
Origem: Recebido em troca de uma opinião sincera


Sinopse: A summer of healing, friendship, love…and a secret that could change everything.

After the death of her US senator father, Marlow Madsen travels to the small island off the coast of Florida where she spent summers growing up to help her mother settle the family estate. For Marlow, the trip is a chance to reconnect after too long apart. It’s also the perfect escape to help her feel grounded again — one she’s happy to share with friends Aida and Claire, who are hoping to hit reset on their lives, too.

A leisurely beachfront summer promises the trio of women the opportunity to take deep healing breaths and explore new paths. But when her father’s will reveals an earth-shattering secret that tarnishes his impeccable reputation and everything she thought she knew about her family, Marlow finds herself questioning her entire childhood — and aspects of her future. Fortunately, her friends, and the most unlikely love interest she could imagine, prove that happiness can be found no matter what — as long as the right people are by your side.


A minha opinião: Summer on the Island foi o primeiro (e único até agora) livro que li cuja história se passa após a pandemia de Covid.

Numa altura em que as restrições começaram a aliviar, e no seguimento da morte do seu pai, Marlow Madsen viaja para a pequena ilha de Teach, na costa da Flórida, para ajudar a mãe a lidar com os bens da família. Mas não viaja sozinha, leva as suas amigas, Aida e Claire, ambas também a precisar de uma mudança de cenário. Aida está a lidar com um divórcio particularmente penoso e Claire com o facto de ter perdido a casa e o negócio nos fogos florestais da Califórnia.

Contudo, este não será um Verão para descansar e recarregar baterias. A leitura do testamento do pai de Marlow revela um segredo que muda tudo o que ela pensava saber sobre ele. E ainda há Walker Cantwell, o filho da empregada dos pais de Marlow em Teach, o novo chefe da polícia da cidade que ela não via há anos e que envelheceu muito bem… Infelizmente, ele parece nem reparar que ela existe, já que a ignora sempre que se encontram…

Também Aida e Claire têm questões com as quais têm de lidar, e decisões a tomar que podem significar o fim da amizade.

E como se não bastasse, alguém as seguiu até à ilha e não tem as melhores intenções…

Summer on the Island conta-nos o romance entre Marlow e Walker, mas é também a história da amizade entre três mulheres. Gosto sempre dos livros da autora, mas este foi realmente especial.


Classificação: 4


Fonte

sábado, 8 de junho de 2024

Balanço Mensal (Maio 2024)


Em Maio terminei A Casa Holandesa de Ann Patchett e Three Simple Rules de Nikki Sloane, li My First and Only Crush de Chloe Maine, Let's Try This Again de Erin Nicholas e Not the Marrying Kind de Kathryn Nolan; e comecei Out of Sight de Cleo White. Também ouvi Budding Romance de Lara Kinsey, Boss Of Me de Aila Glass, Piper's Perfect Mate de Lacey Thorn, New Year Kiss de D. Rose e Talking to the Moon de Jeannine Colette; e comecei Tempting Clay de Shanora Williams.






Comprei seis livros em Maio:




E finalmente consegui publicar uma opinião! Esperemos que consiga continuar...










2024 Reading Challenge



Esqueci-me de fazer printscreen do valor no final do mês, mas tinha 48 livros lidos no final de Maio.





Desafio Serial Killer 2024



Li dois livros do cartão e terminei uma série.
  • Séries continuadas:
    • King Family, de Molly O'Keefe
    • Bachelorette Party, de Rochelle Paige
    • London Calling, de Alexis Hall
    • Rookie Rebels, de Kate Meader
    • Blackshear Family, de Cecilia Grant
  • Séries terminadas:
    • Dirty Deeds, de A.J. Nuest
    • Loving You, de Wendy S. Marcus
    • Baum Squad, de M. Never



Goodreads recomenda 2024


Este foi o livro que escolhi ler em Maio:





E estas são as minhas opções para Junho:







Bingo Profissão do Herói 2024


Não preenchi casa nenhuma em Maio.


segunda-feira, 20 de maio de 2024

Opinião: "Felicidade"

Autor: João Tordo
Editor: Companhia das Letras
Edição/reimpressão: Outubro de 2020
ISBN: 9789897840401
Páginas: 390


Sinopse: Lisboa, 1973

Nas vésperas da revolução, um rapaz de dezassete anos, filho de um pai conservador e de uma mãe liberal, cai de amores por Felicidade, colega de escola e uma de três gémeas idênticas. As irmãs Kopejka são a grande atracção do liceu: bonitas, seguras, determinadas, são fonte de desejos e fantasias inalcançáveis.

Respira-se mudança - a Europa a libertar-se das suas ditaduras e Portugal a despedir-se da velha ordem - e vive-se a promessa da liberdade, com todos os seus riscos e encantos. É neste tempo e neste mundo, indeciso entre tradição e modernidade, que o nosso narrador cai num abismo pessoal. A primeira noite de amor com Felicidade acaba de forma trágica, e o jovem vê-se enredado na malha inescapável das trigémeas Kopejka, três Fúrias que não tem poderes para controlar. À semelhança de uma tragédia grega, o herói encontra-se subjugado por forças indomáveis, preso entre dois mundos.

Felicidade é uma história de amor e assombração nas décadas que transformaram Portugal. Um romance enfeitiçante, repleto de ironia e humor, de remorso e melancolia, em que João Tordo aborda os temas do amor e da morte, e das pulsões humanas que os unem.


A minha opinião: Felicidade é uma tragédia em três actos. O protagonista, cujo nome nunca chegamos a saber, é um adolescente de 17 anos no início da história e tem a vida normal de um adolescente em 1973. No liceu, as trigémeas Kopejka são a inveja das raparigas e as protagonistas das fantasias dos rapazes. Felicidade, Esperança e Angélica são bonitas, misteriosas e populares e embora idênticas fisicamente, as suas personalidades têm características que permitem distingui-las... O protagonista é apaixonado por Felicidade e é no primeiro e único encontro que tem com ela que se iniciam os acontecimentos desta tragédia. 

Não vou contar muito mais porque esta é uma história que merece ser lida e surpreender o leitor com a sua complexidade. Vou referir apenas que, desde o dia em que o protagonista tem o encontro com Felicidade, a sua vida para sempre estará interligada com a vida das trigémeas. E também com a sua morte...

Gostei também bastante do cenário de fundo da história, a revolução na sociedade portuguesa pós-25 de Abril de 1974 vista e experenciada por um jovem adulto cujo futuro ficou arrestado para sempre e que, por isso, nunca pôde verdadeiramente viver o êxtase da esperança de um futuro melhor.

Só tinha lido um conto do autor do qual não tinha gostado, mas adorei ler Felicidade! Adorei a escrita e a forma como tudo se interliga, montando um puzzle cuja imagem só compreendemos totalmente no final. Não será, com certeza, o último livro que vou ler de João Tordo.


Classificação: 5



domingo, 5 de maio de 2024

Balanço Mensal (Abril 2024)


Em Abril li e ouvi nove livros e comecei outros dois. Li The Chances de Elsie Silver, A Lady Awakened de Cecilia Grant, Bound by the Basilisk de Ami Wright, Loving You Is Easy de Wendy S. Marcus e Aces High de M. Never; ouvi Blazing in the Blizzard de Ofelia Martinez, Owned by the Billionaire de Gia Bailey, Conquering the Goddess de Lucy Eden e The Catch de Leslie Pike; e comecei A Casa Holandesa de Ann Patchett e Three Simple Rules de Nikki Sloane.





Comprei onze livros em Abril:





E recebi estes para review:











2024 Reading Challenge




Na verdade já tenho 38 livros lidos, mas um não dá para registar no Goodreads...





Desafio Serial Killer 2024




Li três livros do cartão e terminei duas séries.
  • Séries continuadas:
    • King Family, de Molly O'Keefe
    • Bachelorette Party, de Rochelle Paige
    • London Calling, de Alexis Hall
    • Rookie Rebels, de Kate Meader
    • Blackshear Family, de Cecilia Grant
  • Séries terminadas:
    • Dirty Deeds, de A.J. Nuest
    • Loving You, de Wendy S. Marcus
    • Baum Squad, de M. Never



Goodreads recomenda 2024


Acabei por não ler nenhuma das opções que tinha para Abril, mas conto ler uma delas agora em Maio...


E estas são as minhas opções para Maio:





Bingo Profissão do Herói 2024


Preenchi mais duas casas: Militar e Double (Aristocrata). E fiz a primeira linha!


sábado, 6 de abril de 2024

Balanço Mensal (Março 2024)


Em Março li e ouvi dez livros. Terminei Husband Material de Alexis Hall, li Reluctant Husband de Hope Ford, Wild Ride de Kate Meader, Todos os Homens São Mentirosos de Alberto Manguel, Something to Talk About de S.L. Scott e Down & Dirty de A.J. Nuest. E ouvi Breaking the Beat de Cata Ree, Charmed de Alexa Riley, Stalked by the Irishman de Emma Bray e Big Tex de Imani Jay.





Só comprei quatro livros em Março:



E recebi este para review:











2024 Reading Challenge




Tenho 29 livros lidos, o que dá nove de avanço.





Desafio Serial Killer 2024




Li três livros do cartão.
  • Séries continuadas:
    • King Family, de Molly O'Keefe
    • Bachelorette Party, de Rochelle Paige
    • London Calling, de Alexis Hall
    • Rookie Rebels, de Kate Meader
  • Séries terminadas:
    • Dirty Deeds, de A.J. Nuest



Goodreads recomenda 2024


Em Março escolhi ler Reluctant Husband de Hope Ford e gostei bastante.





Estas são as minhas opções para Abril:







Bingo Profissão do Herói 2024


Preenchi mais três casas: Advogado, Double (Empresário) e Double (Desportista).