quarta-feira, 12 de setembro de 2018

Opinião: "The Bridesmaid"

Autor: Julia London
Editor: Sourcebooks Casablanca
Edição/reimpressão: Outubro de 2013
ISBN: 9781402283888
Páginas: 161


Sinopse: Getting her to the wedding on time is the least of his worries...

Kate Preston just moved to New York, but she has to get back to Seattle in time for her best friend's wedding. Joe Firretti is moving to Seattle, and has to get there in time or risk losing his new job. But fate's got a sense of humor.

Kate goes from rubbing elbows on a plane with a gorgeous but irritating strange (doggone armrest hog) to sharing one travel disaster after another with him on four wheels. Joe thought he had his future figured out, but sometimes fates has to knock you over the head pretty hard before you see what opportunity is standing in front of you...in a really god-awful poufy bridesmaid dress.


A minha opinião: Kate Preston e Joe Firretti conhecem-se num voo para Seattle e a primeira impressão não é a melhor, já que ambos acham que o outro está a açambarcar o braço do assento...  Joe vai mudar-se para Seattle porque arranjou lá um novo emprego. Kate acabou de se mudar de Seattle para Nova Iorque, mas vai ser dama de honor no casamento da prima, razão pela qual tem de arrastar consigo um volumoso vestido que odeia fervorosamente. Ambos têm, assim, pressa em chegar a Seattle.

Infelizmente uma inesperada tempestade de neve força-os a sair do avião e, como também há uma greve dos controladores aéreos, têm de procurar transportes alternativos. Ora, como uma desgraça nunca vem só vêem-se obrigados a partilhar o último carro de aluguer disponível... E é nessa viagem, que inclui vários meios de transporte, e sempre com a jangada cor de rosa (que é como o Joe se refere ao saco do vestido) atrás, que acabam por perceber que as primeiras impressões nem sempre são as mais correctas...

Gosto muito de histórias com proximidade forçada e, neste caso, não tive dificuldade em acreditar que eles se tinham apaixonado um pelo outro em tão pouco tempo. O Joe é tão querido e paciente e a Kate é hilariante, não só nos planos que inventa para fazê-los chegar lá mais cedo, como também nas interações telefónicas com a família. Teria gostado que a resolução tivesse demorado um pouquinho mais, mas é uma novela, portanto as coisas têm de ser despachadas mais depressa.

Este foi o primeiro livro de Julia London que li e fiquei fã. Tenho uns quantos livros dela para ler, por isso vou retornar a ela muito em breve.


Classificação: 4

Fonte

Sem comentários:

Publicar um comentário