terça-feira, 7 de abril de 2015

Opinião: "Silent Scream"

Autor: Angela Marsons
Série: D.I. Kim Stone #1
Editor: Bookouture
Edição/reimpressão: Março de 2015
ISBN: 9781909490918
Páginas: 307
Origem: Requisitado no NetGalley

Sinopse: Even the darkest secrets can’t stay buried forever…

Five figures gather round a shallow grave. They had all taken turns to dig. An adult-sized hole would have taken longer. An innocent life had been taken but the pact had been made. Their secrets would be buried, bound in blood …

Years later, a headmistress is found brutally strangled, the first in a spate of gruesome murders which shock the Black Country.

But when human remains are discovered at a former children’s home, disturbing secrets are also unearthed. D.I. Kim Stone fast realises she’s on the hunt for a twisted individual whose killing spree spans decades.

As the body count rises, Kim needs to stop the murderer before they strike again. But to catch the killer, can Kim confront the demons of her own past before it’s too late?

Fans of Rachel Abbott, Val McDermid and Mark Billingham will be gripped by this exceptional new voice in British crime fiction.

Watch out for more from D.I. Kim Stone

A Detective hiding dark secrets, Kim Stone will stop at nothing to protect the innocent. Silent Scream is the first book in the series – watch out for EVIL GAMES coming soon.

A minha opinião: Silent Scream não começa como uma leitura compulsiva. Pelo contrário, há demasiadas coisas a acontecer ao mesmo tempo, demasiadas personagens do presente e do passado a ser introduzidas, e que percebemos estarem ligadas de alguma forma, e torna-se necessário (pelo menos para mim) abrandar a leitura por forma a tentar assimilar toda a informação. Eventualmente todas as peças do puzzle começam a encaixar e a fazer sentido e aí já se torna complicado largar o livro porque queremos saber como tudo termina...

A história começa com uma cena do passado em que cinco pessoas cavam uma sepultura à vez, uma sepultura que nos é indicado não é para um adulto. A história avança 10 anos e assistimos ao assassinato de uma mulher na sua casa. A responsável pela investigação é Kim Stone, uma personagem de quem não é fácil gostar ao início. Kim parece ser bruta e não ter praticamente competências sociais, mas a verdade é que, à medida que a história avança e a vamos conhecendo melhor, é possível compreender o porquê de ela ser assim, e também que ela é muito mais do que aquilo que aparenta...

Depois de um segundo assassinato e dum possível terceiro, Kim e a sua equipa chegam à conclusão que a única coisa que as vítimas têm em comum é o facto de todas terem trabalhado, na mesma altura, no mesmo lar para crianças, agora encerrado e em ruínas. E quando o cão do professor que pretendia efectuar escavações nos terrenos adjacentes ao orfanato, aparece morto, parece óbvio que alguém não quer o passado remexido.

O que convence Kim que há algo enterrado junto ao orfanato e, na verdade, à medida que o terreno é sondado, vão surgindo corpos que se vem a descobrir serem de jovens que se pensava terem fugido do orfanato. Os pormenores das suas mortes, descobertos nas autópsias, são macabros e parece só haver uma conclusão possível: havia um assassino em série entre o pessoal que trabalhava no orfanato e que está agora a eliminar os seus antigos colegas para cobrir o seu rasto.

À medida que mais ex-trabalhadores do orfanato vão sendo assassinados, e a lista de potenciais assassinos diminui, não foi difícil identificar o assassino, mas confesso que não estava à espera da reviravolta final. Deixou-me de boca aberta...

Como já referi, embora não tenha gostado da protagonista ao início, acabei a gostar bastante dela. A forma como se identifica com as vítimas e não olha a meios para lhes conseguir justiça (o que a deixa em sarilhos com o chefe mais vezes do que seria desejável) e o facto de ser uma personagem complexa, com muitas camadas, deixou-me curiosa para saber como irá evoluir no próximo livro. E espero que a nova amiga que fez e que o potencial futuro interesse amoroso que conheceu voltem a aparecer...

Em suma, foi uma leitura muito prazeirosa, pese embora densa e difícil de acompanhar ao início. Mas agora que já temos um vislumbre das personagens, já as conhecemos um bocadinho, julgo que será mais fácil encarrilhar na história do próximo. Mal posso esperar!

Classificação: 3

-------------------------------------------------------------------

Este livro conta para os Desafios Netgalley & Edelweiss Reading 2015 e Cloak & Dagger 2015

Sem comentários:

Publicar um comentário