quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Opinião: "Anjos Rebeldes"

Título original: Rebel Angels
Autor: Libba Bray
Série: Gemma Doyle #2
Tradutor:
Editor: Asa
Edição/reimpressão: Junho de 2014
ISBN: 9789892327624
Páginas: 480

Sinopse: Ah, o Natal! Gemma Doyle está desejosa das férias fora da Academia Spence, de passar o tempo com as amigas na cidade, de ir a bailes elegantes e, numa nota sombria, de cuidar do pai doente. Quando se prepara para entrar no Ano Novo de 1896, um jovem bonito, Lorde Denby, parece estar interessado em conquistar Gemma. No entanto, no meio das distrações de Londres, as visões de Gemma intensificam-se - visões de três raparigas vestidas de branco, a quem algo terrível aconteceu, algo que só os reinos podem explicar...

A atração é forte, e em pouco tempo, Gemma, Felicity e Ann estão a transformar flores em borboletas no mundo encantado dos reinos a que só Gemma pode levá-las. Para grande alegria delas, a sua querida Pippa também está lá, ansiosa por completar o círculo de amizade.

Mas nem tudo está bem nos reinos - ou fora dele. O misterioso Kartik reapareceu, dizendo a Gemma que ela deve encontrar o Templo e vincular a magia, ou algo terrível irá acontecer-lhe. Gemma está disposta a fazer-lhe a vontade, apesar dos perigos que isso acarreta, pois isso significa que irá encontrar-se com a maior amiga da sua mãe - e agora sua inimiga, Circe. Até Circe ser destruída, Gemma não pode viver o seu destino. Mas encontrar Circe revela-se uma tarefa muito perigosa.

A minha opinião: (Contém spoilers para os livros anteriores da série) Passaram dois meses desde os acontecimentos de Uma Grandiosa e Terrível Beleza. As férias de Natal aproximam-se e Gemma mal pode esperar. Não só está desejosa por rever a família, mas também por deixar a Academia Spence durante algumas semanas. Se ao menos se conseguisse livrar dos pesadelos...

Mas também Felicity e Ann a pressionam para voltar aos reinos e depois Kartik diz-lhe que quando ela quebrou as Ruínas do Oráculo para libertar a mãe, quebrou também o vínculo da Ordem que mantinha a magia presa nos reinos. E que a única forma de voltar a vincular a magia é reclamá-la no Templo. O problema é que ninguém sabe onde o Templo fica...

Quando finalmente regressam aos reinos, as amigas ficam radiantes ao ver que Pippa ainda lá está, mais linda do que nunca! Mas Gemma não consegue afastar a sensação de que Pippa deveria ter atravessado, tal como a sua mãe fez. E à medida que o tempo passa e que Pippa tem comportamentos cada vez mais estranhos, mais forte essa sensação se torna.

Entretanto têm ainda que lidar com as respectivas famílias e com os eventos sociais que é suposto frequentarem. O pai de Gemma está cada vez pior e o seu irmão desespera para o ajudar. Felicity parece ter uma família ideal, mas as aparências podem iludir. E Ann alinha na ideia maluca de Felicity de fingir ter descoberto ser descendente da nobreza russa, o que só pode acabar mal...

Quando Gemma começa a ter visões e a nova professora da Spence aparece em Londres e parece muito interessada na antiga vítima de Circe que está internada em Bethlem e que pode ser a chave para encontrar o Templo, Gemma recorre ao único adulto em que pode confiar: a professora Moore.

E como se não bastasse, os Rakshana, ordem da qual Kartik é membro, parecem ter motivos ocultos... 

O peso da responsabilidade está a começar a afectar Gemma, ainda para mais quando tem o vislumbre de um futuro normal, já que Lorde Simon Denby parece interessado nela. Mas será mesmo um futuro normal o que está destinado para ela?

Mal posso esperar por ler o último livro desta trilogia, mas posso ter de o ler em inglês, já que não está ainda publicado em português. Agora que a identidade de Circe foi desvendada e que o confronto entre ela e Gemma é não só inevitável, mas também iminente, quero muito saber o que vai acontecer... Para além do mais o futuro das três amigas preocupa-me, afinal não era fácil ser uma mulher no final do século XIX...

E OMD, quero tanto saber como vai ficar a relação entre a Gemma e o Kartik. Por um lado, quero tanto que eles fiquem juntos! Por outro lado, já dei milhentas voltas à cabeça e não consigo conceber um cenário credível que permita que isso aconteça e isso parte-me o coração... Também quero muito que a Felicity e a Ann tenham um final feliz. Elas merecem, caraças! Deixa-me lá ir mandar um mail à Asa para ver se vale a pena esperar pela tradução portuguesa ou não...

Classificação: 4

-------------------------------------------------------------------

Este livro conta para os Desafios TBR Pile 2016 e Mount TBR 2016.

Sem comentários :

Enviar um comentário