sábado, 4 de fevereiro de 2017

Opinião: "In Too Deep & One Enchanted Moment"

Autor: Lori Foster e Sarah Morgan
Editor: Harlequin Bestselling Author Collection
Edição/reimpressão: Maio de 2016
ISBN: 9781488010156
Páginas: 604

Título: In Too Deep
Sinopse: In Too Deep by New York Times bestselling author Lori Foster

Private investigator Harry Lonnigan isn't fooled by Charlie Jones's boyish disguise. He knows she's all woman. And if she isn't careful, she'll blow his cover and get herself hurt in the process. But can Harry be Charlie's hero and still keep his secrets? Or has the irresistible woman already pulled him in too deep?

A minha opinião: Harry Lonnigan está naquela mercearia a pedido do seu amigo Dalton para tentar acabar com a operação de extorsão que está a acontecer naquele bairro. Mas quando dois rufias entram na loja e começam a extorquir o dono, o instinto protector dele fala mais alto. É que na loja está também uma mulher, disfarçada de homem. Ele não a conhece, nem sabe porque é que ela está disfarçada, mas sabe que tem de a proteger...

Charlie Jones tem um motivo para estar disfarçada de homem naquela loja, mas não era ser raptada por dois rufias junto com um exasperante, mas incrivelmente atraente investigador profissional. Ela pretende encontrar o pai que a abandonou a ela e à irmã há tantos anos e garantir que ele paga o que lhes deve. Afinal, é a única forma da irmã poder ir para a universidade. E quem melhor do que Harry para a ajudar?

A atracção entre eles é intensa, mas quando Harry descobre quem é o pai dela, sabe que tem de se afastar. Mas como fazê-lo quando ela está determinada em seduzi-lo?

Foi o meu primeiro livro da autora e gostei muito. Vou, sem dúvida, ler mais.

Classificação: 4


Título: One Enchanted Moment
Série: Puffin Island #3
Sinopse: One Enchanted Moment by USA TODAY bestselling author Sarah Morgan 

Life has just thrown Skylar Tempest a serious curveball. So she's returned home to Puffin Island to regroup among friends. Unfortunately, that means seeing Alec Hunter, who's become a big-deal TV historian. Sky's never liked the cynical Alec, and the feeling was mutual. But maybe that was then. And this is now…  

A minha opinião: Aguardava este livro com antecipação. O último livro da série Puffin é também a história de Skylar Tempest e Alec Hunter. Estes dois odeiam-se desde o primeiro livro, por isso eu já sabia que a história deles prometia. Mas não estava à espera de que fosse tão boa...

Skylar está em Londres para a estreia da sua exposição numa prestigiada galeria. E Richard vai lá ter o que significa que poderão ter umas férias românticas! Mas quando ele lhe prega uma rasteira na inauguração, pedindo-a em casamento publicamente sem ter falado com ela antes, e depois a deixa caída e a sangrar no chão da arrecadação na sequência da discussão que têm, torna-se claro que ele não é o homem que ela pensava...

A última coisa que Alec queria era ir à exposição de Skylar, mas prometeu a Britanny que o faria. Não pode deixar de admirar o talento dela, mas a tendência dela para o drama confirma-se com aquele pedido de noivado. Curiosamente, ela não parece satisfeita... Ele queria ir-se embora, mas não o pode fazer sem falar com ela e assim cumprir o seu papel, por isso, quando ele vê Richard a ir embora, resolve ir à arrecadação à procura dela. E encontra-a no chão, a sangrar...

Ela insiste que está bem e recusa-se a ir ao médico, por isso ele leva-a para o seu quarto de hotel. A proximidade forçada e alguns vislumbres acidentais de nudez fazem-nos perceber que, apesar de não gostarem um do outro, sentem-se atraídos um pelo outro. Mas e se as ideias preconcebidas que tinham um dos outro não corresponderem à realidade? E se, quando realmente se conhecerem, gostarem do que vêem? Serão assim mesmo tão diferentes? E serão as suas diferenças suficientes para os afastar?

Adorei! O Alec é simplesmente fantástico e agora que sabemos o porquê de ele ser assim, é perfeitamente compreensível. E a família dele... Eu lia um livro só sobre a família dele! Já a família da Skylar... Blargh! Que nojentos!

Amei assistir ao percurso deles e vê-los ceder e chegar a compromissos para conseguirem ficar juntos. Vou ter saudades de Puffin Island...

Classificação: 5

Sem comentários :

Enviar um comentário