quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Balanço das leituras de 2016

Fonte
Não pensei que fosse possível, mas pelo segundo ano consecutivo, cá estou eu a fazer o balanço do ano anterior em Fevereiro do ano seguinte...

Confirmou-se: 2016 não foi um ano fácil e isso reflectiu-se no blogue:

Resoluções para 2016:

Ler 75 livros - superado, mas por pouco. Li 76.
Ler mais livros que já tenho na estante - podia ter sido melhor. Li 30 livros da pilha TBR, 9 físicos e 21 ebooks, que correspondem a 40% das minhas leituras.
Comprar menos livros (40) - contando apenas as aquisições, comprei 116 livros (20 físicos e 96 ebooks).
Ler, pelo menos, um livro de um autor português - li 4, mas foram todos do mesmo autor, José Saramago.
Completar os seis desafios de leitura em que me inscrevi - só terminei três...

Continuar e/ou terminar séries que já comecei - continuei várias e até terminei algumas, mas também comecei outras...


E agora, vamos às estatísticas:

Número de livros lidos: 76
Total de páginas lidas: 17292
Média de páginas lidas por mês: 1441
Média de páginas lidas por dia: 47
Lidos para desafios: 44

Género do autor:
Masculino - 5
Feminino - 71

Nacionalidade do autor:
Americana - 52
Canadiana - 6
Britânica - 5
Portuguesa - 4
Irlandesa - 4
Outra (Sueca, Zimbabweana e Australiana) - 3

Autores mais lidos:
Lauren Smith - 5
Avery Flynn - 5
José Saramago - 4
Kate Meader - 4
Zoe York - 3
Susan Mallery - 3
Angela Quarles - 3
Robin Covington - 2
Piper J. Drake - 2
Rachael Slate - 2
Cathryn Fox - 2
Outros - 44

Géneros mais lidos:
Romance contemporâneo - 42
Romance de época - 6
Romance de suspense - 6
Romance erótico - 6
Romance de fantasia - 4
Outros - 12

Edição lida:
Original (inglês) - 61
Original (português) - 4
Tradução (para português) - 11

Ano da edição:
2016 - 37
2015 - 18
2014 - 10
2013 - 4
2011 - 2
2010 - 2
2002 - 1
2000 - 1
1999 - 1

Século da edição original:
Séc. XX - 3
Séc. XXI - 73 

Editoras mais lidas:
Auto-publicado - 18
Entangled - 9
Harlequin - 6
Caminho - 4
Asa - 3
Forever Yours - 3
Evil Eye Concepts, Incorporated - 3
Unsealed Room Press - 3
Lyrical Press - 2
Quinta Essência - 2
Outras - 23

Origem dos livros:
Recebido para review - 39
Comprei - 24
Biblioteca - 4
Gratuito - 4
Presente - 2
Ganhei - 1
Outra - 2

Formato:
Físico - 16
Ebook - 60


Em 2016 voltei a ler menos em relação ao ano anterior, quer em número de livros, quer em número de páginas. Mas já não me preocupo com isso. Estes valores são apenas uma forma de fazer um balanço, pouco me interessa se estou a ler mais ou menos, o que me interessa é que estou a ler...

E 2016 até foi um ano de boas leituras: 10 livros tiveram classificação 5 e 51 classificação 4. A média e a moda das classificações também foi 4, o que é um bom indicativo. Só um livro teve classificação 1, e foi um conto de Natal.

Apesar de me ter descontrolado com as aquisições (e não, nem sequer estou a contar com os livros que ganhei nem com os que consegui gratuitos) o certo é que a grande maioria dos livros que comprei foram comprados com vales, pelo que não me custaram nada...

Li quatro livros portugueses (embora todos do mesmo autor...), li autoras obrigatórias para mim (Julia Quinn, Sarah Morgan, Susan Mallery, Kate Meader, Jojo Moyes, Mary Balogh, Jess Michaels, Sandra Brown, Zoe York, Kelly Moran e Jennifer Haymore, entre outras) e descobri novas autoras que quero muito voltar a ler (Lauren Smith, Sarah Grimm, Angela Quarles, Avery Flynn, Cathryn Fox, Tracy Wolff, Tabatha Kiss e Tessa Bailey, entre outras).

Li três livros que foram adaptados ao cinema e vi os respectivos filmes, embora me tenha agora apercebido de que me esqueci de comentar uma das adaptações...

Para não variar, a grande maioria dos livros que li fazem parte de séries (51 mais 1 que não faz, mas devia fazer...). Continuei algumas que já tinha iniciado e comecei 21 novas em 2016, das quais 13 quero continuar...

Voltei a ler mais ebooks do que livros físicos (79% das minhas leituras foram ebooks). O meu Kindle morreu mesmo, mas comprei um outro modelo (já não vendem o que eu tinha...) do qual também gosto bastante.

E pronto, da forma mais resumida que consegui, este foi o meu 2016 em leituras. Foi um bom ano, mas foi o ano em que percebi que, neste momento, quero ler o que me apetece e não aquilo que os desafios me condicionam para ler. E foi por isso que não me inscrevi em nenhum em 2017...

Sem comentários :

Enviar um comentário