quinta-feira, 30 de junho de 2011

Balanço Mensal (Junho 2011)

Fonte
Junho foi um mês parado em termos de leituras... Comecei bem, tendo lido rapidamente A Música do Acaso de Paul Auster, mas depois comecei O Símbolo Perdido de Dan Brown e, não sei bem porquê (e ao contrário do que eu pensava), o livro não me prendeu como os anteriores que li do autor. Não é que não esteja a gostar, porque estou, mas a verdade é que só a cerca de 200 páginas do final é que comecei a ganhar entusiasmo pela sua leitura... Talvez as expectativas fossem demasiado altas... Espero compensar em Julho!

Quanto a aquisições, comprei quatro livros, mas todos de colecções adquiridas com revistas. Da colecção Autores Nobel da Sábado, comprei No Coração desta Terra de J.M. Coetzee, Os Anões de Harold Pinter e Beloved de Toni Morrison. Da colecção Grandes clás­si­cos da lite­ra­tura român­tica da Focus, comprei Romeu e Julieta de William Shakespeare.


Theme Thursday - 4 de Julho

Theme Thursdays é uma rubrica semanal, que funciona de quinta a quinta, organizada pela kavyen do blog Reading between Pages. 

Todos podem participar! Estas são as regras:
  • Um tema será colocado online todas as semanas (à quinta)
  • Pegar no livro que estamos a ler e escolher uma conversa/fragmento/frase
  • Mencionar o autor e o título do livro no post
  • É importante que o tema seja mencionado na frase (embora esta não tenha, necessariamente, de conter a palavra)

O tema desta semana é - 4 DE JULHO (Celebrações, Independência, Liberdade, Bandeira, Fogo de Artifício, etc)

"Langdon olhou para a esquerda, para o outro lado da Tidal Basin, em direcção à silhueta graciosamente arredondada do Jefferson Memorial - o Panteão da América, como muitos lhe chamavam. Mesmo em frente do carro, o Lincoln Memorial perfilava-se com uma austeridade rígida, as suas linhas octogonais a fazerem lembrar as do antigo Pártenon de Atenas. Mas foi ainda mais longe que Langdon viu o monumento principal da cidade - o mesmo pináculo que vira do ar."
~ p. 27, “O Símbolo Perdido” de Dan Brown

terça-feira, 28 de junho de 2011

Teaser Tuesday (25)

Teaser Tuesdays é uma rubrica semanal organizada pela MizB do blog Should Be Reading. 

Todos podem participar! Estas são as regras:
  • Pegar no livro que estamos a ler
  • Abrir numa página ao calhas
  • Partilhar duas frases dessa página. CUIDADO PARA NÃO INCLUIR SPOILERS!
  • Partilhar o título e o autor do livro, para que os outros participantes o possam adicionar às suas listas TBR (To Be Read). 

O meu teaser esta semana:
"Num escritório atravancado de livros velhos, o ancião curvado sobre a secretária segurava o auscultador na sua mão artrítica.
  Ouvia a linha tocar e tocar."
~ p. 306, “O Símbolo Perdido” de Dan Brown

segunda-feira, 27 de junho de 2011

A capa mais bonita (16)

A capa mais bonita é uma rubrica semanal do Tantos Livros Tão Pouco Tempo (inspirada na rubrica Cover Vs Cover do blog Library Mosaic) na qual cada semana é escolhido um livro e são comparadas a capa da edição original (sempre que possível) e a capa da edição portuguesa e, através de uma votação, é elegida a capa mais bonita.

A grande vencedora da semana passada foi a edição portuguesa de Onde Moram as Sombras, com 10 votos contra 7.

Esta semana escolhi comparar as edições islandesa e portuguesa de A Voz de Arnaldur Indridason. Desta feita a capa portuguesa despertou-me a atenção, mas não pelos melhores motivos... Apesar da sinopse me ter deixado curiosa, não gosto mesmo nada da capa escolhida pela Porto Editora. O modelo faz-me lembrar o José Mourinho e automaticamente associo o livro ao futebol e não a um policial... Não tendo lido o livro não sei se a capa original é, ou não, fiel à história, mas mesmo assim prefiro-a. E para vocês, qual é a capa mais bonita?

Capa Islandesa
Capa Portuguesa


Qual a capa mais bonita?
Capa Islandia
Capa Portugal

  
pollcode.com free polls

sexta-feira, 24 de junho de 2011

Friday's Photo (23)

Fonte
Bom fim de semana e boas leituras. Se puderem aproveitem o bom tempo para ler cá fora. Eu cá vou aproveitar...

quinta-feira, 23 de junho de 2011

Theme Thursday - Pessoa do Sexo Masculino

Theme Thursdays é uma rubrica semanal, que funciona de quinta a quinta, organizada pela kavyen do blog Reading between Pages. 

Todos podem participar! Estas são as regras:
  • Um tema será colocado online todas as semanas (à quinta)
  • Pegar no livro que estamos a ler e escolher uma conversa/fragmento/frase
  • Mencionar o autor e o título do livro no post
  • É importante que o tema seja mencionado na frase (embora esta não tenha, necessariamente, de conter a palavra)

O tema desta semana é - PESSOA DO SEXO MASCULINO

"O pai ficou em silêncio por um longo momento, e Bellamy reparou nas finas linhas que começavam a aparecer em volta dos olhos ainda juvenis de Peter."
~ p. 279, “O Símbolo Perdido” de Dan Brown

terça-feira, 21 de junho de 2011

Balanço final do desafio Spring Reading Thing 2011

ATTENTION: This post will be written in Portuguese and English.

Com a chegada do Verão chega ao fim o desafio Spring Reading Thing. Nesta Primavera tinha-me proposto ler 6 livros (incluindo o que já tinha começado). Acabei por ler 7 livros e encontro-me a mais de metade do oitavo. No entanto, acabei por não ser fiel à lista inicial e dois dos livros ficaram pelo caminho (mas serão lidos em breve):

The Twinning Murders, de Shelly Frome (terminar) - terminado
Vidas Trocadas, de Sandra Brown - terminado
A Mulher do Viajante no Tempo, de Audrey Niffenegger
O Símbolo Perdido, de Dan Brown - em leitura
A Torre e a Morte, de Michael Innes - terminado
Mrs Dalloway, de Virginia Woolf 

Assim, a lista de livros que li para o desafio é a seguinte (cliquem no título para ler a minha opinião): 
The Twinning Murders, de Shelly Frome (terminado)
Vidas Trocadas, de Sandra Brown
A Torre e a Morte, de Michael Innes
Jane Eyre, de Charlotte Brontë
Vasto Mar de Sargaços, de Jean Rhys
The Five People You Meet in Heaven, de Mitch Albom
A Música do Acaso, de Paul Auster
O Símbolo Perdido, de Dan Brown (em leitura)

Os livros de que mais gostei foram, sem dúvida, Vidas Trocadas e Jane Eyre. Sandra Brown é oficialmente uma das minhas autoras favoritas e não é por acaso que Jane Eyre é um clássico intemporal... Dois livros que irei reler, sem dúvida!

O livro de que menos gostei foi de A Música do Acaso. Irritou-me ao ponto de ter de parar de ler tal era a irritação que o personagem principal me causava...

Obrigada à Katrina por organizar este desafio e até ao Outono!
 

With the arrival of Summer, the Spring Reading Thing challenge ends. This Spring I challenged myself to read 6 books (including the one I had already started). I ended up reading 7 books and am half way through the 8th but I didn't stick with the original list and didn't read two of the books on that list (they will soon be read):
The Twinning Murders, by
Shelly Frome (terminar) - finished
The Switch, by Sandra Brown - finished
The Time Traveler's Wife, by Audrey Niffenegger
The Lost Symbol, by Dan Brown - currently reading
Lament for a Maker, by Michael Innes - finished
Mrs Dalloway, by Virginia Woolf 

So the books I read for this challenge were (click on the titles to read my reviews - in portuguese):  
The Twinning Murders, by Shelly Frome (finished)
The Switch, by Sandra Brown
Lament for a Maker, by Michael Innes
Jane Eyre, by Charlotte Brontë
Wide Sargasso Sea, by Jean Rhys
The Five People You Meet in Heaven, by Mitch Albom
The Music of Chance, by Paul Auster
The Lost Symbol, by Dan Brown (currently reading)

My favorites were, without a doubt, The Switch and Jane Eyre. Sandra Brown is oficially one of my favorite authors and there is a reason why Jane Eyre is a timeless classic... Two books I will re-read for sure!

My least favorite book was The Music of Chance. It irritated me to the point where I had to stop reading such was the irritation the main character caused in me...

Thanks to Katrina for organizing this challenge and I'll see you in the Fall!

Teaser Tuesday (24)

Teaser Tuesdays é uma rubrica semanal organizada pela MizB do blog Should Be Reading. 

Todos podem participar! Estas são as regras:
  • Pegar no livro que estamos a ler
  • Abrir numa página ao calhas
  • Partilhar duas frases dessa página. CUIDADO PARA NÃO INCLUIR SPOILERS!
  • Partilhar o título e o autor do livro, para que os outros participantes o possam adicionar às suas listas TBR (To Be Read). 

O meu teaser esta semana:
"O coração de Langdon martelava agora descontrolado no seu peito. Estendeu a mão e agarrou a extremidade da moldura da tela, puxando lentamente o tecido para o lado. Ficou a olhar, incrédulo, para o que se encontrava escondido atrás da tela. Meu Deus."
~ p. 192, “O Símbolo Perdido” de Dan Brown

segunda-feira, 20 de junho de 2011

A capa mais bonita (15)

A capa mais bonita é uma rubrica semanal do Tantos Livros Tão Pouco Tempo (inspirada na rubrica Cover Vs Cover do blog Library Mosaic) na qual cada semana é escolhido um livro e são comparadas a capa da edição original (sempre que possível) e a capa da edição portuguesa e, através de uma votação, é elegida a capa mais bonita.

As capas da semana passada geraram muito interesse e a votação, para além de renhida, foi a mais participada de sempre. Muito obrigada a todos os que votaram! Sem mais demoras, a capa mais bonita é a da edição portuguesa de Tabu, com 14 votos contra 11.

Esta semana escolhi comparar as edições britânica e portuguesa de Onde Moram as Sombras de Michael  Ridpath. A capa portuguesa despertou-me a atenção e depois de ler a sinopse fiquei com muita vontade de o ler. Pelo que pude perceber da leitura da sinopse, acho que ambas as capas retratam bem a história e, no entanto, são completamente diferentes... De qual gostam mais?

Capa Britânica
Capa Portuguesa


Qual a capa mais bonita?
Capa Reino Unido
Capa Portugal

  
pollcode.com free polls

sexta-feira, 17 de junho de 2011

Friday's Photo (22)

Fonte
Bom fim de semana e boas leituras!

quinta-feira, 16 de junho de 2011

Theme Thursday - Formas

Theme Thursdays é uma rubrica semanal, que funciona de quinta a quinta, organizada pela kavyen do blog Reading between Pages. 

Todos podem participar! Estas são as regras:
  • Um tema será colocado online todas as semanas (à quinta)
  • Pegar no livro que estamos a ler e escolher uma conversa/fragmento/frase
  • Mencionar o autor e o título do livro no post
  • É importante que o tema seja mencionado na frase (embora esta não tenha, necessariamente, de conter a palavra)

O tema desta semana é - FORMAS

"Suspeitava que os teóricos da conspiração «treze» da América teriam um dia em cheio, se soubessem que havia exactamente treze salas de armazenamento enterradas por baixo do Capitólio dos Estados Unidos. Alguns achavam suspeito que o Grande Selo dos Estados Unidos tivesse treze estrelas, treze flechas, treze degraus piramidais, treze faixas no escudo, treze folhas de oliveira, treze azeitonas, treze letras em annuit coeptis, treze letras em e pluribus unum e por aí fora."
~ p. 177, “O Símbolo Perdido” de Dan Brown

terça-feira, 14 de junho de 2011

Teaser Tuesday (23)

Teaser Tuesdays é uma rubrica semanal organizada pela MizB do blog Should Be Reading. 

Todos podem participar! Estas são as regras:
  • Pegar no livro que estamos a ler
  • Abrir numa página ao calhas
  • Partilhar duas frases dessa página. CUIDADO PARA NÃO INCLUIR SPOILERS!
  • Partilhar o título e o autor do livro, para que os outros participantes o possam adicionar às suas listas TBR (To Be Read). 

O meu teaser esta semana:
"Apesar do metro e oitenta e da constituição atlética de Langdon, Anderson não viu quaisquer indícios da frieza ou dureza que esperaria de um homem famoso por ter sobrevivido a uma explosão no Vaticano e a uma caça ao homem em Paris. Este tipo fugiu à Polícia francesa... de mocassins?"
~ p. 83, “O Símbolo Perdido” de Dan Brown

segunda-feira, 13 de junho de 2011

A capa mais bonita (14)

A capa mais bonita é uma rubrica semanal do Tantos Livros Tão Pouco Tempo (inspirada na rubrica Cover Vs Cover do blog Library Mosaic) na qual cada semana é escolhido um livro e são comparadas a capa da edição original (sempre que possível) e a capa da edição portuguesa e, através de uma votação, é elegida a capa mais bonita.

Não fiquei surpreendida com o resultado da semana passada. Com 14 votos contra 2, a capa vencedora foi a da edição americana de A Música do Acaso. Fiquei surpreendida, sim, com o facto da capa portuguesa ter tido dois votos...

Esta semana escolhi comparar as edições americana e portuguesa de Tabu de Jess Michaels. Adoro ambas, acho que teria muita dificuldade em escolher uma... Estou muito curiosa com este livro, provavelmente será uma próxima aquisição. E vocês, que acham?

Capa Americana
Capa Portuguesa


Qual a capa mais bonita?
Capa EUA
Capa Portugal
  
pollcode.com free polls

sexta-feira, 10 de junho de 2011

Friday's Photo (21)

Camões lendo Os Lusíadas
António Carneiro (1872–1930)


Bom feriado, bom fim de semana e boas leituras!

quinta-feira, 9 de junho de 2011

Theme Thursday - Números

Theme Thursdays é uma rubrica semanal, que funciona de quinta a quinta, organizada pela kavyen do blog Reading between Pages. 

Todos podem participar! Estas são as regras:
  • Um tema será colocado online todas as semanas (à quinta)
  • Pegar no livro que estamos a ler e escolher uma conversa/fragmento/frase
  • Mencionar o autor e o título do livro no post
  • É importante que o tema seja mencionado na frase (embora esta não tenha, necessariamente, de conter a palavra)

O tema desta semana é - NÚMEROS

"A Smithsonian Institution, apesar de ter mais de uma dúzia de grandes museus no National Mall, tinha uma colecção tão extensa que só podia exibir dois por cento dela ao mesmo tempo. Os outros noventa e oito por cento da colecção tinham de ser armazenados algures. E esse algures... era ali."
~ p. 50, “O Símbolo Perdido” de Dan Brown

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Opinião: "A Música do Acaso"

Título original: The Music of Chance
Autor: Paul Auster
Tradutor: Ana Patrão
Colecção: Grandes Narrativas nº 38
Editor: Editorial Presença
Edição/reimpressão: Agosto de 1997
ISBN: 9789722315517
Páginas: 231

Sinopse:
A Música do Acaso é um dos mais intrigantes romances de Paul Auster. Nele conta-se a história de alguém que inesperadamente recebe uma herança, decide abandonar tudo e viajar sem rumo. Disposto a continuar enquanto tiver dinheiro, não estabelece nenhum ponto de chegada, deixando-se conduzir pelo acaso. Este torna-se a força motriz que determina a sua vida, transformando-a numa sucessão de acontecimentos aparentemente sem significado. Assente sobre este jogo perverso, o autor desenrola a história dos seus personagens de acordo com os seus próprios temas-obsessões, definindo o indivíduo simultaneamente pela sua impotência e pela sua capacidade de viajar até aos limites da solidão.

A minha opinião: Este deve ter sido um dos livros mais estranhos que já li... Surreal parece-me a palavra que melhor o descreve. Nunca um livro tinha tido esta reacção em mim: por várias vezes tive de parar de ler porque as acções do personagem principal irritavam-me de tal maneira que tinha de parar e pensar, "calma é só um livro"...


Basicamente conta-nos a história de Jim Nashe que, após ter recebido uma herança, resolve vender tudo o que tem, despacha a filha para casa da irmã, compra um carro e decide percorrer o país no carro enquanto o dinheiro durar. Este desprendimento, para mim, só seria justificado se o protagonista tivesse vivido uma experiência traumatizante (a morte de um ente querido ou uma experiência de quase morte, por exemplo) ou se esta viagem coincidisse com uma viagem de auto-descoberta, em que percebesse quem é e o que realmente importa na vida. Mas não, o protagonista inicia uma viagem de auto-destruição, com sucessivos tiros no pé dos quais não retira qualquer lição e que nem sequer o parecem incomodar minimamente.

A dada altura, quando o dinheiro começa a escassear, conhece Jack Pozzi, um jogador de póquer profissional e vê nele uma oportunidade de ganhar mais dinheiro e, assim adiar a inevitável decisão de o que fazer com a sua vida quando o dinheiro acabar. Claro que tudo corre horrivelmente mal e, a partir daí, Nashe vê-se metido num buraco do qual não consegue sair e o que é que faz? Continua a escavar... Até o fim foi anti-apoteótico, mas nessa altura já não queria saber, só queria que acabasse...

Apesar de não ter gostado da história, gostei do estilo da escrita do autor e não posso negar que tem imaginação, só me parece que não é para mim. Aliás, tenho a sensação que Paul Auster é um daqueles autores que, ou se ama, ou se odeia. Ainda tenho outro livro dele por ler cá por casa por isso ainda lhe vou dar uma segunda hipótese, mas não será para breve.
 
Classificação: 1

------------------------------------------------------------------- 

Este livro conta para o Desafio Spring Reading Thing 2011.

terça-feira, 7 de junho de 2011

Teaser Tuesday (22)

Teaser Tuesdays é uma rubrica semanal organizada pela MizB do blog Should Be Reading. 

Todos podem participar! Estas são as regras:
  • Pegar no livro que estamos a ler
  • Abrir numa página ao calhas
  • Partilhar duas frases dessa página. CUIDADO PARA NÃO INCLUIR SPOILERS!
  • Partilhar o título e o autor do livro, para que os outros participantes o possam adicionar às suas listas TBR (To Be Read).

    O meu teaser esta semana:
    "O iniciado de trinta e quatro anos olhou para baixo, para o crânio humano que segurava na palma das mãos. O crânio era oco, como uma tigela, cheio de vinho cor de sangue."
    ~ p. 15, “O Símbolo Perdido” de Dan Brown

    segunda-feira, 6 de junho de 2011

    A capa mais bonita (13)

    A capa mais bonita é uma rubrica semanal do Tantos Livros Tão Pouco Tempo (inspirada na rubrica Cover Vs Cover do blog Library Mosaic) na qual cada semana é escolhido um livro e são comparadas a capa da edição original (sempre que possível) e a capa da edição portuguesa e, através de uma votação, é elegida a capa mais bonita.

    A capa vencedora da semana passada foi a da edição portuguesa de As Cinco Pessoas Que Encontramos no Céu com 7 votos contra 4.

    Esta semana comparamos as das edições americana e portuguesa de A Música do Acaso de Paul Auster. Acho a capa portuguesa uma verdadeira abominação. É perfeitamente horrível, não consigo perceber o que pode ter passado pela cabeça do designer para criar uma monstruosidade destas... Felizmente que a edição mais recente das Edições Asa é bastante mais agradável. Já a capa original é uma preciosidade pela quantidade de pormenores que remetem para a história e que só quem a leu consegue identificar. Para mim é uma capa genial! E vocês, que acham?

    Capa Americana
    Capa Portuguesa


    Qual a capa mais bonita?
    Capa EUA
    Capa Portugal
      
    pollcode.com free polls

    domingo, 5 de junho de 2011

    Meme Literário (2)

    Fui desafiada pela Ruthy do blog A viajante para responder ao seguinte meme literário:

    1- Existe um livro que leias e releias várias vezes?

    Não. Geralmente não releio, embora haja alguns que já li há alguns anos e que me começa a apetecer reler... Um exemplo é A Casa dos Espíritos de Isabel Allende.
    Quando era miúda relia bastante, mas talvez porque não tinha acesso a uma grande variedade de livros.

    2 - Existe algum livro que começaste a ler, paraste, recomeçaste, tentaste e nunca conseguiste ler até ao fim?
    Um que não consegui ler até ao fim foi Os Maias de Eça de Queirós. Era leitura obrigatória no secundário, mas não consegui ultrapassar as descrições intermináveis do autor. Já por várias vezes pensei que talvez agora o conseguisse ler, mas ainda me lembro demasiado bem da tormenta que foi tentar lê-lo da primeira vez, por isso acho que vou deixar passar mais uns anos até tentar novamente.

    3 - Se escolhesses um livro para o resto da tua vida, qual seria ele?

    Não era capaz de escolher um só. Há demasiados livros que ainda quero ler e, dos que já li, vários me marcaram, por diversos motivos, e tornaram-se favoritos. Mas acho que mesmo um favorito acabaria por "enjoar" se fosse a minha única leitura...

    4 - Que livro gostarias de ter lido mas que por algum motivo nunca leste?

    Provavelmente há vários, mas lembro-me de Doutor Jivago de Boris Pasternak e de Tieta do Agreste de Jorge Amado, dois livros que quero ler há já bastante tempo e que até possuo, mas parece que nunca é a altura certa para eles.

    5 - Que livro cuja "cena final" jamais conseguiste esquecer?

    Só o li no ano passado, mas acho que não me vou esquecer da cena final de A Idade da Inocência de Edith Wharton. Não era o que estava à espera, mas outro final não teria sido tão memorável.

    6 - Tinhas o hábito de ler quando eras criança? Se lias, qual era o tipo de leitura?

    Sim, adorava passar as tardes das férias de Verão com o nariz enfiado num livro. Também o hábito de ler antes de adormecer vem de pequena e, por muito que a minha mãe ralhasse comigo que ia estragar a vista (será coincidência o facto de agora usar óculos?), nunca perdi esse hábito.
    Os meus pais sempre me compraram muitos livros (tinha mais livros que bonecas...) e os que me lembro melhor eram os da Anita e os da Colecção Formiguinha. Mais tarde vieram os livros de Uma Aventura e do Clube das Chaves e também os de Alice Vieira. Também adorava ler a banda desenhada da Disney.

    7 - Qual o livro que achaste chato mas ainda assim leste até ao fim? Porquê?

    Só me consigo lembrar de dois, ambos lidos no secundário, mas provavelmente houve mais: Viagens na Minha Terra de Almeida Garrett  e O Judeu de Bernardo Santareno.

    8 - Indica alguns dos teus livros preferidos.

    Um Crime no Expresso do Oriente de Agatha Christie,
    O Assassinato de Roger Ackroyd de Agatha Christie,  
    A Casa dos Espíritos de Isabel Allende, 
    De Amor e de Sombra de Isabel Allende, 
    O Nome da Rosa de Umberto Eco,
    Orgulho e Preconceito de Jane Austen,
    Jane Eyre de Charlotte Brontë,
    O Código Da Vinci de Dan Brown,
    Calafrio de Sandra Brown,
    Como Água Para Chocolate de Laura Esquivel,
    A Idade da Inocência de Edith Wharton
    O Mundo Encantado de Beatrix Potter de Richard Maltby Jr.  

    9 - Indica 10 blogs para o meme literário
    Vou desafiar todos os leitores do blog.

    sexta-feira, 3 de junho de 2011

    Friday's Photo (20)

    Fonte

    Bom fim de semana e boas leituras!

    quinta-feira, 2 de junho de 2011

    Theme Thursday - Cores

    Theme Thursdays é uma rubrica semanal, que funciona de quinta a quinta, organizada pela kavyen do blog Reading between Pages. 

    Todos podem participar! Estas são as regras:
    • Um tema será colocado online todas as semanas (à quinta)
    • Pegar no livro que estamos a ler e escolher uma conversa/fragmento/frase
    • Mencionar o autor e o título do livro no post
    • É importante que o tema seja mencionado na frase (embora esta não tenha, necessariamente, de conter a palavra)

    O tema desta semana é - CORES

    "Coberta com o mesmo papel de parede que forrava todo o corredor (um feio e antiquado padrão de flor-de-lis em tons de rosa e azul), a porta estava tão habilmente camuflada que se confundia com a parede."
    ~ p. 86, “A Música do Acaso” de Paul Auster