terça-feira, 5 de julho de 2016

Top Ten Tuesday - Livros de que gostei que têm menos de 2000 classificações no Goodreads

Top Ten Tuesday é uma rubrica original do site The Broke and the Bookish, na qual, cada semana, nos é dado um tema para o qual devemos fazer uma lista.

Diz que já não participo nesta rubrica desde Janeiro... Mas esta semana achei o tema interessante e resolvi participar. E o tema esta semana é livros de que gostei que têm menos de 2000 classificações no Goodreads. Todos eles receberam classificação máxima e tenho pena que não recebam mais carinho, porque merecem... Por ordem crescente de número de classificações:

1. Unwed and Unrepentant de Marguerite Kaye (57 classificações) - li-o em dois dias, em Maio de 2014. E adorei tudo! Desde os protagonistas (ela uma mulher independente na Inglaterra de 1837, ele um homem trabalhador que gosta do facto dela ser independente), passando pela história (não resisto a casamentos arranjados) e a terminar na intensa química entre o casal.

2. Her Wicked Proposal de Lauren Smith (185 classificações) - li-o em Janeiro deste ano, que foi quando foi editado, pelo que espero que venha a receber mais amor sob a forma de mais classificações e opiniões. Ele perdeu recentemente a visão e, com ela, a vontade de viver; ela perdeu recentemente o pai e ganhou uma série de pretendentes pelos quais não tem interesse nenhum. Ela propõe-lhe que ele se case com ela só para se livrar dos pretendentes, mas eles até sempre se sentiram atraídos um pelo outro, pelo que qualquer desculpa é uma boa desculpa... Lá está, mais um casamento arranjado!

3. Must Love Breeches de Angela Quarles (337 classificações) - também foi lido este ano, em Março, mas já foi editado em Setembro de 2014. Viagens no tempo! Um herói chamado Phineas que não fica a dever nada ao Mr. Darcy e que não só aceita as excentricidades da heroína (uma mulher moderna que se vê, de repente, em 1834) - apesar de por vezes achar que ela é louca - como até a ajuda! Personagens fictícios que interagem com personagens reais! Este livro merece todo o      !

4. O Mundo Encantado de Beatrix Potter de Richard Maltby Jr. (365 classificações) - este foi lido antes de ter o blogue e de registar as minhas leituras, ou seja, antes de 2009. Fiquei surpreendida por ter tão poucas classificações, mas se nem com o filme que o adaptou aumentaram, não vejo a situação a alterar-se...
 
5. The Rogue's Proposal de Jennifer Haymore (552 classificações) - foi lido há um ano e é o segundo de uma série. E até ver, é o meu preferido da mesma. Ele anda à procura do homem que lhe pode indicar o paradeiro da mãe; ela anda à procura do mesmo homem porque lhe matou o marido. Ele não perde tempo a seduzi-la; ela percebe o que andou a perder. Ele diz-lhe que não é um cavalheiro; ela só vê o lado bom dele. Não é um casamento arranjado, mas é convivência forçada, outro dos meus enredos favoritos. E é muito bom! Ah, e foi traduzido em português no ano passado, pelo que não há desculpa para não o lerem...
 
6. Neighbors with Benefits de Marissa Clarke (664 classificações) - a única maneira deste livro ter sido mais perfeito para mim era se em vez de um cão, tivesse um gato. Mas tudo o resto parece gritar: ESTE LIVRO FOI ESCRITO PARA TI!!! Senão vejamos: eles são vizinhos e começam por se detestar; ele é alfa, mas admite quando esteve mal e desculpa-se por isso; ele é sério e carrega o mundo nas costas, ela é um raio de sol despassarado que só quer ver toda a gente bem; há um noivado falso; os irmãos e a cunhada dele andam sempre a meter-se porque só querem que ele seja feliz. Parece isco...
 
7. What's a Witch to Do? de Jennifer Harlow (724 classificações) - li-o em 2013, na altura em que saiu, e ainda hoje é o livro que indico quando me perguntam qual é o meu romance paranormal favorito. Ela é a bruxa-chefe do seu clã e alguém a quer matar. Ele é um lobisomem, o número 2 (o beta) da sua matilha. Alguém a quer matar e ele larga tudo e todos para a proteger. Ela pensava que ele não a gramava. E safa-se bem sozinha. Mas a convivência forçada (ah ah!) fá-la reparar cada vez mais nele. E depois há as duas sobrinhas dela que são perfeitamente amorosas! Este livro merecia mais  e eu não me canso de o afirmar.

8. First Time in Forever de Sarah Morgan (1169 classificações) - só descobri a autora em 2014, mas a partir daí tornou-se obrigatório ler tudo o que escreve. Este saiu em Fevereiro de 2015, que foi quando o li. É o primeiro de uma trilogia (que tem também uma prequela) e é fantástico. A protagonista esconde-se numa ilha com a sobrinha para fugir aos paparazzi e apaixona-se por um ex-jornalista que percebe que há algo mais na sua história e não desiste de investigar, mesmo que seja apenas porque quer ajudar. Ah, e ela tem medo da água. E refugia-se numa ilha. Sim, tem tudo para dar certo...

9. Edge of Black de J.T. Ellison (1272 classificações) - li-o em 2013. Adorei. E depois nunca li o próximo da série. 
*bate com a palma da mão na testa*
É romance com suspense no seu melhor e um thriller fantástico. Ela é uma médica patologista e ele um antigo ranger do exército e juntos investigam o que aparenta ser um ataque terrorista no metro de Washington. E citando a minha opinião "o ritmo é perfeito, nem demasiado rápido, nem demasiado lento. A história é credível e emocionante e não ficam pontas soltas nem pormenores por explicar".

10. Flirting with Fire de Kate Meader (1455 classificações) - li-o em Abril, mas ele já saiu em Março do ano passado. Faz parte de uma série focada num grupo de irmãos adoptivos, todos parte da mesma corporação de bombeiros em Chicago. Ele está metido num imbróglio por ter agredido um polícia. Que, por acaso, foi o homem com quem a sua ex-mulher teve um caso. Mas nem foi por isso que ele lhe bateu. Só que agora tem de aceitar participar numa manobra de publicidade da câmara municipal para limpar a sua imagem ou arrisca-se a que os irmãos sejam espalhados por diferentes corporações.
Ela deixou família, amigos e carreira para seguir o noivo até Chicago. E foi trocada por um modelo mais novo e menos independente. Agora tem de provar o que vale limpando a imagem do bombeiro mais irritante, desbocado e, bem, sexy que já alguma vez conheceu.
Começam por embirrar um com o outro e passam a não conseguir tirar as mãos de cima um do outro. Adorei!

Sem comentários :

Enviar um comentário