domingo, 5 de outubro de 2014

Opinião: "Uma Rapariga à Moda Antiga"

www.wook.pt/ficha/an-old-fashioned-girl/a/id/14321799?a_aid=4e767b1d5a5e5&a_bid=b425fcc9
Título original: An Old-Fashioned Girl
Autor: Louisa May Alcott
Tradutor: Ana Lucia Reis
Editor: Biblok
Edição/reimpressão: Julho de 2011
ISBN: 9788415101505
Páginas: 256

Sinopse: Polly, uma camponesa com poucos recursos, vai para a grande cidade e encontra um mundo que a ultrapassa por completo, um mundo regido pelas aparências e pela hipocrisia no qual, com o seu coração de ouro e a sua infinita paciência, deverá aprender a encaixar e conquistar o seu lugar. Um romance destinado a comover profundamente o coração das suas leitoras, como já o fez Mulherzinhas, da mesma autora.

A minha opinião: Um dos livros da minha vida, possivelmente o que mais me marcou, é Mulherzinhas. Por isso a curiosidade em ler um outro livro da autora era mais que muita. Mas a curiosidade era em partes iguais com o temor... Afinal, a percepção que ficou foi a da primeira leitura e não sei se teria mais de 10 anos na altura... E se, mais de 20 anos depois, descobrisse que não era nada como me lembrava?

Felizmente, a qualidade de que me lembrava não era ilusão e ler Uma Rapariga à Moda Antiga foi um prazer agora, como penso que será sempre. O que não significa que não acredite que teria apreciado muito mais este livro se o tivesse lido no final da infância/ínicio da adolescência.

A história começa com a visita de Polly, uma rapariga simples do campo, à sua amiga Fanny, que vive luxuosamente na cidade. O choque é grande, especialmente porque a Polly lhe parece que, apesar de todos os luxos, à família de Fanny lhes falta o mais importante, e que nunca faltou em sua casa: amor e afecto familiar. Mas, quando Polly regressa a casa, já havia operado a sua magia e mudado a família Shaw para melhor.

Seis anos mais tarde, e já na casa dos vinte anos, Polly está de volta à cidade, desta feita determinada a estabelecer-se independentemente, para que os pais possam financiar os estudos do seu irmão. E volta a efectuar a sua magia com a sua amiga Fanny, o seu pai e os seus irmãos Tom e Maud. Mas também Polly é influenciada pela família, e adaptar a sua vida simples à vida na cidade nem sempre se prova fácil...

Uma história muito bonita e ternurenta, da qual teria provavelmente gostado mais se a tivesse lido mais nova, mas mesmo assim uma leitura que recomendo sem reservas.

Classificação: 4

-------------------------------------------------------------------

Este livro conta para os Desafios Mount TBR 2014 e TBR Pile 2014.

Sem comentários:

Enviar um comentário