quarta-feira, 11 de julho de 2018

Opinião: "Riskier Business"

Autor: Tessa Bailey
Série: Crossing the Line #0.5
Editor: Entangled: Select Suspense
Edição/reimpressão: Janeiro de 2015
ASIN: B00QQT7822
Páginas: 109


Sinopse: After a life of pool hustling and living on the wrong side of the law, Ruby Elliott is living on the straight and narrow with sexy-as-all-hell NYPD detective, Troy Bennett. Now the only trouble Ruby has with the law is the naughty kind, pinned against the wall by Troy's strict and spectacularly hard body. Obeying his every command. Both of them losing themselves in a lust that borders on obsession...

But then her father returns with an offer she can't refuse: one last hustle in exchange for information. Information she'd die to have. As the pieces and the players of the game reveal themselves, Troy feels the fine edges of his control slipping—control he can't channel without hurting Ruby. The stakes are high, and the risk higher. Because losing this final game could cost more than Ruby's heart…it might cost her life.


A minha opinião: Em 2016 comecei esta série pelo último livro e fiquei com muita vontade de ler os anteriores. Naturalmente comecei por este Riskier Business, sem me aperceber que é a continuação de outro livro de outra série...

Fonte

Obviamente que já o tenho, mas acho que vou terminar esta série antes de começar a outra e depois, provavelmente, releio este livro.

Bom, mas quanto à história em si. Acaba por se tratar de um "vamos ver o que é feito daqueles dois" e julgo que só quem já está emocionalmente investido neles poderá realmente tirar partido da história. O que não significa que não tenha gostado, porque gostei, mas a verdade é que, como já foram caracterizados noutro livro, senti que não fiquei realmente a conhecê-los...

O conflito centra-se no facto de Ruby Elliott, uma reformada vigarista de bilhar, agora numa relação com Troy Bennett, detective da polícia nova-iorquina, se ver na eminência de ter de dar um último golpe, um golpe que lhe poderá dar as respostas que tanto procura. Mas, para tal, terá de confiar no pai e se há algo que a vida lhe ensinou é que o seu pai não é confiável e tem sempre motivos escondidos. E terá de enganr Troy, o que lhe pode custar o amor da sua vida...

Apesar de, como já ter referido, não me ter conseguido investir nas personagens, as cenas entre os dois compensaram. É que a autora escreve dirty talkers como eu nunca li antes. E, OMD, como eu gosto deles! Fiquem com algumas amostras:

“Christ. How long has it been since I’ve gone down on you? Three days? Four? That’s a fucking sin.”
Fonte
“I have what makes you moan. What’s going to make those thighs open wide. I’ve got it right here and you’re fucking dying for it.”
Fonte
“I’m the kind of man who makes you this goddamn wet before he’s even touched you.”
Fonte

E havia tantos mais que podia dar...

Fonte


Classificação: 4

Sem comentários:

Enviar um comentário