sábado, 31 de março de 2012

Opinião: "O Mistério de Battersea"

Título original: Whose Body?
Autor: Dorothy L. Sayers
Série: Lord Peter Wimsey #1
Tradutor: Luís Manuel Bernardes
Colecção: Alibi - Os Clássicos do Policial nº34
Editor: Edições 70
Edição/reimpressão: Janeiro de 1992
ISBN: 9724408388
Páginas: 176

Sinopse: O corpo depositado na banheira do arquitecto Thipps pertencia a um homem de meia idade. Como única peça de vestuário tinha um pince-nez. Quem era ele e como fora lá parar?

Para o inspector Sugg, tratava-se de Sir Reuben Levy, o financeiro da City, desaparecido no mesmo dia.

Mas a verdade era bem diferente e bem mais sinistra... coube a Lord Peter Wimsey enfrentá-la.

A minha opinião: O corpo de um homem aparece completamente nú, excepto por um pince-nez, na banheira do arquitecto Thipps. Na véspera, o rico financeiro Sir Reuben Levy desaparece misteriosamente de sua casa também supostamente nú e descalço.

Será possível que o cadáver na banheira seja Sir Reuben Levy? É o que pensa o responsável pela investigação, o inspector Sugg. Afinal o cadáver até tem parecenças com Sir Reuben Levy... Mas Lord Peter Wimsey, atraído para o caso por um telefonema da sua mãe, a Duquesa de Denver, não acredita, apesar de achar que ambos os casos estão relacionados.

Já tinha lido um mistério protagonizado por Lord Peter Wimsey, O Crime Exige Propaganda, e tinha muita curiosidade em ler mais livros desta série. Mas não gostei tanto deste O Mistério de Battersea como gostei do anterior. Penso que se deva ao facto deste ser o primeiro livro da série e, por isso, as personagens não se encontrarem tão desenvolvidas.

O Lord Peter Wimsey de O Mistério de Battersea não me impressionou tanto como havia impressionado em O Crime Exige Propaganda, mas há nele algo que me lembra o Patrick Jane da série O Mentalista. Ambos são ricos, muito inteligentes e intuitivos, e gostam de recorrer a truques e armar ciladas para provar as suas teorias.

O Mistério de Battersea não será o meu favorito da série, mas tenciono continuar a ler os livros, até porque sei que Lord Peter Wimsey irá crescer como personagem. Não será é muito fácil encontrar os livros em português porque julgo que já não são editados.

Um pormenor que achei curioso e que encontrei enquanto pesquisava mais informação sobre a obra, é que a autora era bastante arrojada para a época. No manuscrito original que submeteu para publicação, Lord Peter Wimsey identificava positivamente o cadáver como não sendo Sir Reuben Levy porque este é judeu e o cadáver não se encontra circuncidado. O seu editor considerou esta identificação demasiado franca e na versão publicada a identificação é feita pelo facto das mãos do cadáver não serem as de um financeiro por se encontrarem calejadas.

Classificação: 3

-------------------------------------------------------------------

Este livro conta para os Desafios Spring Reading Thing 2012, Mount TBR 2012Cruisin' thru the Cozies 2012, Mystery & Suspense 2012 e Vintage Mystery Reading 2012.

1 comentário:

  1. I also did not enjoy this book and am constantly surprised to see it listed in so many TOP lists.

    ResponderEliminar