domingo, 24 de maio de 2015

Opinião: "Um Gato entre os Pombos"

www.wook.pt/ficha/um-gato-entre-os-pombos/a/id/10918159?a_aid=4e767b1d5a5e5&a_bid=b425fcc9
Título original: Cat Among the Pigeons
Autor: Agatha Christie
Tradutor: John Almeida
Colecção: Obras de Agatha Christie nº66
Editor: Edições Asa
Edição/reimpressão: Maio de 2011
ISBN: 9789892314068
Páginas: 288

Sinopse: Um novo ano lectivo começa em Meadowbank, um prestigiado colégio feminino. Entre as estudantes, todas elas oriundas de famílias ricas e poderosas, destacam-se Shaista, uma princesa do Médio Oriente; a bem-intencionada mas infantil Julia, e a sua melhor amiga, Jennifer, que vive para jogar ténis. E será entre as raquetas de ténis e os tacos de lacrosse que uma professora vai ser encontrada, morta com um tiro à queima-roupa. À medida que a investigação avança, torna-se claro que o assassino não é uma pessoa de fora. Num cenário em que ninguém é o que aparenta ser, Poirot terá de descobrir quem é quem, e, mais importante ainda, proteger a indomável Julia, que pode muito bem ser a próxima vítima…

A minha opinião: A acção de Um Gato entre os Pombos passa-se em Meadowbank, um colégio feminino frequentado por meninas de boas famílias, no início do terceiro período. Para além de algumas alunas novas, há também novas professoras, uma nova secretária da directora do colégio e até um novo jardineiro...

Mas antes de acompanharmos o início do novo período lectivo, ficamos a saber o que aconteceu em Ramat, dois meses antes. Jennifer Sutcliffe, uma das novas alunas de Meadowbank, encontrava-se lá de férias com a mãe quando se deu uma revolução que retirou a família real do poder. Também o seu tio Bob lá estava e acabou por morrer ao tentar salvar o patrão e amigo Ali Yusuf, príncipe herdeiro do trono de Ramat. Contudo, antes de partir no voo que se revelaria mortal, Bob visitou o quarto de hotel da irmã e aí escondeu algo que o príncipe lhe confiou para que fosse transportado em segurança para Inglaterra. O problema é que alguém assistiu a tudo do quarto contíguo...

De regresso a Inglaterra, a casa dos Sutcliffe é misteriosamente assaltada, mas nada foi roubado, e a mãe de Jennifer é visitada por um membro do governo que a interroga sobre a possibilidade de que o seu irmão tivesse escondido algo na sua bagagem, mas nada é encontrado numa busca minuciosa.

Em Meadowbank, e completamente alheia a estes acontecimentos, Jennifer apenas se preocupa com o ténis e com a sua nova amiga Julia. E é precisamente junto das raquetes de ténis que ocorre o primeiro assassinato: a nova professora de Desporto, que é assassinada a tiro no novo pavilhão desportivo.

A polícia é chamada, mas apesar de ninguém gostar particularmente da professora, ninguém parece ter motivo para a matar... E o que parecia ser uma acontecimento isolado pode não o ser de todo quando uma aluna é raptada e uma outra professora é assassinada no pavilhão. Mas a chave para a resolução do caso pode estar na jovem Julia que recorre à ajuda de Poirot. 

Este é um dos pontos fracos da história, para mim. É que Poirot só surge em cena na página 199... E embora compreenda o porquê do detective só surgir na história tão tardiamente, não pude deixar de lhe sentir a falta...  E assim que ele entra em cena, rapidamente as peças começam a encaixar e não precisa de muito tempo para identificar o assassino.

Mais um bom mistério de Agatha Christie, em que Poirot volta a brilhar. Gostei do cenário académico aliado às intrigas de espiões, diferente dos cenários a que estou acostumada. E adorei a última revelação, que não esperava. 

Classificação: 4

-------------------------------------------------------------------

2 comentários:

  1. This is a favorite of mine. I really like books with a school setting.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. I just wished I could have seen more of Poirot...

      Eliminar