domingo, 8 de dezembro de 2013

Opinião: "Jesus Cristo bebia cerveja"

www.wook.pt/ficha/jesus-cristo-bebia-cerveja/a/id/13998501?a_aid=4e767b1d5a5e5&a_bid=b425fcc9
Autor: Afonso Cruz
Editor: Alfaguara
Edição/reimpressão: Abril de 2012
ISBN:  9789896721336
Páginas: 252

Sinopse: Uma pequena aldeia alentejana transforma-se em Jerusalém graças ao amor de uma rapariga pela sua avó, cujo maior desejo é visitar a Terra Santa. Um professor paralelo a si mesmo, uma inglesa que dorme dentro de uma baleia, uma rapariga que lê westerns e crê que a sua mãe foi substituída pela própria Virgem Maria, são algumas das personagens que compõem uma história comovente e irónica sobre a capacidade de transformação do ser humano e sobre as coisas fundamentais da vida: o amor, o sacrifício, e a cerveja.

Jesus Cristo bebia cerveja é o novo e esperado romance de uma das vozes mais fortes e originais da literatura portuguesa actual, a que é impossível ficar indiferente.

A minha opinião: Depois de ter lido, no ano passado, A Boneca de Kokoschka, percebi que não tardaria muito a voltar a ler Afonso Cruz... E, agora que terminei Jesus Cristo bebia cerveja, cheguei à conclusão que o autor é o meu autor português contemporâneo preferido e os seus livros passaram a ser compras obrigatórias daqui em diante.

A história de Jesus Cristo bebia cerveja é contemporânea, mas, ao mesmo tempo, é intemporal, e podia passar-se tanto no passado como no futuro, num Alentejo "Enterior Desquecido e Ostracizado", onde a pobreza e a solidão engolem as pessoas, removendo-lhes a esperança e a vontade.

A acção da história tem um compasso lento, como lento é o passar do tempo naquela aldeia alentejana imaginada pelo autor. Rosa e a avó vivem sozinhas num monte, marcadas por um passado triste e trágico, e sem esperança de uma vida melhor. A avó, cada vez mais velha e doente, tem como sonho visitar a Terra Santa e é o professor Borja que, encantado com Rosa, formula o plano de transformar a aldeia da inglesa em Jerusalém, por forma a proporcionar à avó o concretizar do seu sonho antes de morrer. Inacreditavelmente, o que parecia uma ideia completamente disparatada, acaba por ser bem recebida por (quase) todos e o plano é posto em prática. Mas até os melhores planos nem sempre correm como se espera, e este tem um final, sem dúvida, surpreendente.

Ao longo de toda a história são referidos os westerns que Rosa adora ler e o autor incluiu um pequeno conto que é o western preferido de Rosa e que acaba por explicar o final de Jesus Cristo bebia cerveja. Um pormenor que achei delicioso!

Classificação: 5

-------------------------------------------------------------------

Este livro conta para o Desafio Book Bingo 2013 (autor português).

Sem comentários:

Publicar um comentário