quinta-feira, 28 de julho de 2011

Opinião: "3º Grau"

Título original: 3rd Degree 
Autor: James Patterson (com Andrew Gross) 
Série: O Clube das Investigadoras #3
Tradutor: Dina Antunes 
Editor: Quinta Essência 
Edição/reimpressão: Maio de 2011 
ISBN: 9789898228550 
Páginas: 336

Sinopse: (Atenção - contém spoilers) A detective Lindsay Boxer está a fazer jogging numa bela rua de São Francisco quando uma explosão violenta ecoa na zona. A casa de um magnata da internet irrompe em chamas, e quando Lindsay lá entra à procura de sobreviventes, descobre três pessoas mortas. Uma criança que morava na casa desapareceu - e uma mensagem misteriosa encontrada no local deixa Lindsay e o Departamento da Polícia de São Francisco completamente perplexo.

Em seguida, um proeminente empresário é encontrado morto em circunstâncias bizarras, com outra misteriosa mensagem deixada pelo assassino. Linday pede às amigas que a ajudem a descobrir quem anda a cometer aqueles crimes e porque tenciona matar alguém a cada três dias.

Ainda mais aterrorizante, o assassino tem na mira uma das quatro amigas do Clube das Investigadoras. Qual delas será?

Enquanto a investigação se desenrola, Lindsay trabalha em estreita colaboração com um agente federal encarregado do caso. Ao mesmo tempo, descobre que um membro do clube está a esconder um segredo tão perigoso e inacreditável que pode destruí-las a todas.

A minha opinião: (Atenção - contém spoilers) Depois de ter ficado um bocado desapontada com o segundo livro desta série, as minhas expectativas em relação a este terceiro livro estavam bastante mais baixas. Felizmente James Patterson não desiludiu e este 3º Grau superou todas as minhas expectativas!

Desta feita o Clube das Investigadoras enfrenta não um assassino, mas um grupo de assassinos ideológicos, altamente motivados e perigosos. O seu modis operandi muda de assassinato para assassinato, o que ainda dificulta ainda mais a tarefa de os capturar. É assustador pensar com que facilidade tudo aquilo poderá acontecer, pois, infelizmente, há sempre alguém preparado para matar e morrer pela sua causa. E a recente tragédia na Noruega é um bom exemplo disso mesmo...

E depois há a morte de um dos membros do Clube das Investigadoras... Embora tenha ficado triste porque todas elas tinham já um lugarzinho no meu coração, devo dizer que não se tratou de uma morte gratuita, teve pertinência na história e, arrisco-me a dizer, tornou tudo mais real.

Agora resta-me esperar pela publicação de 4º de Julho para saber se o Clube das Investigadoras vai ter um novo membro ou se fica apenas com três...

Não posso deixar de fazer um reparo. Na minha opinião, a sinopse revela demasiado e, sinceramente, não consigo perceber a última frase...
 

Classificação: 4

-------------------------------------------------------------------

Este livro conta para o Desafio Mystery & Suspense 2011.

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Friday's Photo (27)

Fonte

Bom fim de semana e boas leituras!

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Theme Thursday - Sorriso

Theme Thursdays é uma rubrica semanal, que funciona de quinta a quinta, organizada pela kavyen do blog Reading between Pages. 

Todos podem participar! Estas são as regras:
  • Um tema será colocado online todas as semanas (à quinta)
  • Pegar no livro que estamos a ler e escolher uma conversa/fragmento/frase
  • Mencionar o autor e o título do livro no post
  • É importante que o tema seja mencionado na frase (embora esta não tenha, necessariamente, de conter a palavra)

O tema desta semana é - SORRISO

"O velho violoncelo. A recordação fê-la sorrir. Deus santíssimo, há dez anos que não o segurava nos braços."
~ p. 21, “3º Grau” de James Patterson

quarta-feira, 20 de julho de 2011

On My Wishlist (3)

On My Wishlist é uma rubrica semanal, organizada pela Carolyn do blog Book Chick City, na qual irei listar as novas adições à minha lista de desejos, quer se tratem de novidades ou de clássicos.

Quando a Bertrand editou o primeiro livro desta série despertou-me logo a atenção e só o preço (que considero exagerado, considerando que têm apenas cerca de 260 páginas...) fez com que ainda não os tenha adquirido. Com grande pena minha, parece que a Bertrand resolveu alterar o design da colecção.

Título: A de Alibi
Autor: Sue Grafton
Sinopse: A de Alibi é o primeiro livro da série Crimes do Alfabeto. Kinsey Milhone, uma investigadora privada da Califórnia, tem em mãos o caso de Nikki Fife, uma mulher que acabou de cumprir oito anos de prisão pelo assassinato do seu marido, Laurence. Nikki jura estar inocente, e pede a Kinsey que encontre o verdadeiro culpado, para limpar o seu nome.
Kinsey descobre então que, poucos dias depois da morte de Laurence, houve um outro crime muito semelhante, que vitimou a contabilista da firma de advogados onde este trabalhava.
Estaria Nikki inocente? E estarão ambos os crimes relacionados? Oito anos depois, as pistas são difíceis de seguir, e Kinsey está tão determinada em descobrir o culpado, como o assassino a impedi-la de o fazer…

Título: B de Busca
Autor: Sue Grafton
Sinopse: Embora o negócio esteja fraco para a detective privada Kinsey Millhone, esta mostra-se relutante quando Beverly Danziger lhe pede para localizar a sua irmã Elaine. Beverly alega que necessita da assinatura da irmã para poder receber uma pequena herança, mas para Kinsey, o caso cheira-lhe a esturro. E quanto mais ela investiga, mais se convence disso. Estará o desaparecimento de Elaine relacionado com o homicídio brutal de um dos seus parceiros de brídege? Quando os vizinhos de Elaine começam a ser atacados e um deles é assassinado, e o gato da vítima se evapora misteriosamente, Kinsey percebe que não está apenas a tentar encontrar uma mulher desaparecida, mas sim a lutar pela sua reputação… e pela própria vida.

Título: C de Cadáver
Autor: Sue Grafton
Sinopse: Segunda feira de manhã Kinsey encontrou Bobby Callahan no ginásio. Era difícil acreditar na sua história: um assalto a um carro numa estrada secundária, uma queda de 400 metros num desfiladeiro, o Porsche destruído, o melhor amigo morto e a memória severamente afectada. Estava convencido de que alguém o estava a tentar matar. Na quinta-feira, estava morto. Kinsey fora contratada para impedir um assassinato e estava agora à procura do assassino.

terça-feira, 19 de julho de 2011

Teaser Tuesday (28)

Teaser Tuesdays é uma rubrica semanal organizada pela MizB do blog Should Be Reading. 

Todos podem participar! Estas são as regras:
  • Pegar no livro que estamos a ler
  • Abrir numa página ao calhas
  • Partilhar duas frases dessa página. CUIDADO PARA NÃO INCLUIR SPOILERS!
  • Partilhar o título e o autor do livro, para que os outros participantes o possam adicionar às suas listas TBR (To Be Read). 

O meu teaser esta semana:
"E então, a casa do telhado de terracota explodiu em chamas. Era como se São Francisco se tivesse de súbito transformado em Beirute."
~ p. 12, “3º Grau” de James Patterson

segunda-feira, 18 de julho de 2011

A capa mais bonita (19)

A capa mais bonita é uma rubrica semanal do Tantos Livros Tão Pouco Tempo (inspirada na rubrica Cover Vs Cover do blog Library Mosaic) na qual cada semana é escolhido um livro e são comparadas a capa da edição original (sempre que possível) e a capa da edição portuguesa e, através de uma votação, é elegida a capa mais bonita.

Na semana passada a votação foi renhida, mas com 9 votos contra 8, a vencedora foi a capa da edição portuguesa de Os Aromas do Verão.

Esta semana resolvi fazer algo diferente. Ao invés de comparar uma capa original com a portuguesa, resolvi comparar as capas das três edições portuguesas do primeiro livro da série O Clube das Investigadoras. Irrita-me o facto da editora mudar o design das capas de cada vez que lança um novo livro da série... Eu sei que sou picuinhas, mas não gosto de ter cada livro com um design diferente, nem parece que são da mesma série... Mas pronto, espero que ao menos seja desta, porque a capa da edição mais recente é a mais bonita para mim. E para vocês?

Capa 1ª edição
Capa 2ª edição

Capa 3ª edição
Qual a capa mais bonita?
Capa 1a edicao
Capa 2a edicao
Capa 3a edicao


  
pollcode.com free polls

domingo, 17 de julho de 2011

Opinião: "Mrs. Dalloway"

Título original: Mrs. Dalloway
Autor: Virginia Woolf 
Tradutor: José Miguel Silva
Colecção: Ficções
Editor: Relógio D'Água
Edição/reimpressão: Janeiro de 2004
ISBN: 9727087647
Páginas: 219

Sinopse: Publicado em 1925, Mrs. Dalloway é o primeiro dos romances de Virginia Woolf que subverte a narrativa tradicional. O título inicial do livro era As Horas, uma referência ao tempo em que a acção decorre. A I Grande Guerra terminou, o calor do Verão invade Londres e Clarissa, Mrs. Dalloway, prepara-se para dar uma das suas festas. Mas quando a noite se aproxima, a chegada de Peter Walsh, o seu primeiro amor regressado da Índia, vai despertar o passado, trazendo-lhe à memória os sonhos adolescentes e a discussão que muitos anos antes a precipitou num casamento sem fulgor. De súbito, Clarissa tem consciência da força da vida em seu redor, de Peter inalterado e contudo diverso, e da sua filha Elizabeth que se está a tornar uma mulher. Virginia Woolf expõe assim diferentes modos de sentir, evocando, mais que o espírito do tempo, o espírito da própria vida no olhar de cada personagem. Mas a originalidade maior do livro vem dessa espécie de duplo de Mrs. Dalloway, Septimus Warren Smith, enlouquecendo em silêncio com o trauma da guerra e com quem Clarissa parece partilhar uma mesma consciência.

A minha opinião: Desde que vi o filme As Horas que fiquei com muita vontade de ler Mrs. Dalloway. Quando o vi à venda numa feira do livro, à cerca de 3 anos, não resisti a comprá-lo. No entanto, só agora resolvi lê-lo. E em boa hora o fiz!

Gostei muito deste Mrs. Dalloway, a forma como a autora conseguiu entrelaçar as vidas de tantas personagens em apenas algumas horas é genial. Como já tinha lido algures, a autora consegue desenvolver de tal forma os seus personagens que, apesar de apenas os conhecermos durante algumas horas, ficamos com a sensação de os conhecermos profundamente. Contudo, e apesar de ter adorado a sua escrita, a leitura foi um pouco confusa devido às constantes alterações de ponto de vista, sem capítulos ou sequer espaçamento entre parágrafos que indique que a história vai passar para o ponto de vista de outra personagem.

Não resisti a pesquisar um pouco sobre a autora e fiquei a saber que pertencia ao movimento modernista, o que não me surpreende pois a autora aborda temas que não deveriam ser muito comuns na literatura da época, e ainda menos tratando-se de uma mulher. Neste caso aborda o lesbianismo e o suicídio. E do que já conhecia da autora mais o que pesquisei após a leitura, o suicídio devia ser já um tema muito presente na mente de Virginia Woolf. Aliás, após ler o seu bilhete de despedida, que reproduzo, não consigo deixar de pensar que a personagem Septimus Warren Smith tem algo de auto-biográfico.

Dearest, I feel certain that I am going mad again. I feel we can't go through another of those terrible times. And I shan't recover this time. I begin to hear voices, and I can't concentrate. So I am doing what seems the best thing to do. You have given me the greatest possible happiness. You have been in every way all that anyone could be. I don't think two people could have been happier 'til this terrible disease came. I can't fight any longer. I know that I am spoiling your life, that without me you could work. And you will I know. You see I can't even write this properly. I can't read. What I want to say is I owe all the happiness of my life to you. You have been entirely patient with me and incredibly good. I want to say that – everybody knows it. If anybody could have saved me it would have been you. Everything has gone from me but the certainty of your goodness. I can't go on spoiling your life any longer. I don't think two people could have been happier than we have been. V.

Não é uma leitura leve, mas é definitivamente agradável. Vou, sem dúvida, ler os restantes livros da autora.

Classificação: 4

-------------------------------------------------------------------

Este livro conta para o Desafio What's in a Name 4 (Categoria Life Stage)

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Friday's Photo (26)

Fonte


Vou tentar, mas não prometo nada...
Felizmente que as férias estão quase aí!
Bom fim de semana e boas leituras!

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Theme Thursday - Partes do Corpo

Theme Thursdays é uma rubrica semanal, que funciona de quinta a quinta, organizada pela kavyen do blog Reading between Pages. 

Todos podem participar! Estas são as regras:
  • Um tema será colocado online todas as semanas (à quinta)
  • Pegar no livro que estamos a ler e escolher uma conversa/fragmento/frase
  • Mencionar o autor e o título do livro no post
  • É importante que o tema seja mencionado na frase (embora esta não tenha, necessariamente, de conter a palavra)

O tema desta semana é - PARTES DO CORPO (Mãos, Pés, Dedos, Cintura, etc)

"E não havia ali nada de terrível, disse ele para si próprio, olhando segunda e terceira vez para a cara dela, para as mãos; pois que poderia haver de repugnante ou de assustador na sua mulher ali sentada à luz do dia, a costurar?"
~ p. 161-162, “Mrs. Dalloway” de Virginia Woolf

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Maratona literária: 6 e 7 de Agosto

Fonte
Desta feita a maratona literária, organizada pelo site LibraryThing, vai realizar-se durante o fim de semana de 6 e 7 de Agosto. O tema é livre e a inscrição num horário específico não é necessária. Para participar basta estar registado no site, fazer a inscrição aqui, indicando o horário em que iremos ler ou indicando que não nos inscrevemos num horário específico, indicar aqui qual o livro que vamos ler e depois "postar" sobre a experiência numa página que irá estar disponível no dia.

Eu vou participar, só ainda não sei o que vou ler... Se alguém resolver participar também, comente aqui. Como já disse antes, a experiência de saber que, algures no mundo, outra pessoa está a ler "connosco", é muito engraçada.

On My Wishlist (2)

On My Wishlist é uma rubrica semanal, organizada pela Carolyn do blog Book Chick City, na qual irei listar as novas adições à minha lista de desejos, quer se tratem de novidades ou de clássicos.

Depois de ler sobre este livro no blog Menina dos Policiais, não pude deixar de o acrescentar à minha wishlist... Um policial à antiga, com um detective a lembrar Poirot? Quero! Quero muito!

Título: Uma Punhalada no Escuro
Autor: Lawrence Block
Sinopse: Um serial killer mata oito mulheres sem deixar vestígio. Nove anos depois é preso e confessa a autoria dos crimes — mas não de todos. Nega veementemente ter assassinado Barbara Ettinger, a sexta vítima, e apresenta um álibi irrefutável. Mas se não foi ele, quem terá sido? A polícia recusa-se a reabrir o caso, alegando que, passado tanto tempo, é praticamente impossível encontrar pistas do assassino. Mas o pai de Barbara, revivendo todo o sofrimento por que passou, quer saber quem matou, afinal, a filha, e porquê. Recomendam-lhe que procure Matthew Scudder, ex-polícia, agora detective particular. Sério, esperto, às voltas com o álcool, Scudder pouco a pouco retira as camadas de mistério que o tempo depositou sobre a vida e a morte de Barbara Ettinger. Chegará a uma descoberta surpreendente — daquelas que só um mestre como o muito premiado Lawrence Block seria capaz de imaginar.

terça-feira, 12 de julho de 2011

Teaser Tuesday (27)

Teaser Tuesdays é uma rubrica semanal organizada pela MizB do blog Should Be Reading. 

Todos podem participar! Estas são as regras:
  • Pegar no livro que estamos a ler
  • Abrir numa página ao calhas
  • Partilhar duas frases dessa página. CUIDADO PARA NÃO INCLUIR SPOILERS!
  • Partilhar o título e o autor do livro, para que os outros participantes o possam adicionar às suas listas TBR (To Be Read). 

O meu teaser esta semana:
"E é claro que ela sabia gozar a vida. Era algo que fazia parte da sua natureza (embora, só Deus o sabia, com certas reservas; ele próprio sentia, por vezes, após todos aqueles anos, que apenas conseguia traçar de Clarissa um mero esboço). De qualquer modo, não havia nela amargura; nem vestígios desse sentido da virtude moral que tão repulsivas torna certas boas mulheres."
~ p. 91, “Mrs. Dalloway” de Virginia Woolf

segunda-feira, 11 de julho de 2011

A capa mais bonita (18)

A capa mais bonita é uma rubrica semanal do Tantos Livros Tão Pouco Tempo (inspirada na rubrica Cover Vs Cover do blog Library Mosaic) na qual cada semana é escolhido um livro e são comparadas a capa da edição original (sempre que possível) e a capa da edição portuguesa e, através de uma votação, é elegida a capa mais bonita.

Na semana passada a vencedora foi a capa da edição portuguesa de O Símbolo Perdido, com 15 votos contra 5.

Esta semana escolhi uma novidade cuja capa portuguesa me fez lembrar as tardes de Verão da infância... Assim, a votos vão as edições americana e portuguesa de Os Aromas do Verão de Joyce Maynard. Apesar de também gostar bastante da capa da edição original, a portuguesa agrada-me mais. Mais alguém é relembrado das férias da infância?

Capa Americana
Capa Portuguesa


Qual a capa mais bonita?
Capa EUA
Capa Portugal

  
pollcode.com free polls

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Friday's Photo (25)

Fonte
Bom fim de semana e muito boas leituras!

Opinião: "O Símbolo Perdido"

Título original: The Lost Symbol
Autor: Dan Brown
Série: Robert Langdon #3
Tradutor: Carlos Pereira, Ester Cortegano, Fernanda Oliveira e Marta Teixeira Pinto
Editor: Bertrand Editora
Edição/reimpressão: Outubro de 2009
ISBN: 9789722520140
Páginas: 576

Sinopse: Washington, D.C.: Robert Langdon, simbologista de Harvard, é convidado à última hora para dar uma palestra no Capitólio. Contudo, pouco depois da sua chegada, é descoberto no centro da Rotunda um estranho objecto com cinco símbolos bizarros.
Robert Langdon reconhece-o: trata-se de um convite ancestral para um mundo perdido de saberes esotéricos e ocultos.

Quando Peter Solomon, eminente maçom e filantropo, é brutalmente raptado, Langdon compreende que só poderá salvar o seu mentor se aceitar o misterioso apelo.

Langdon vê-se rapidamente arrastado para aquilo que se encontra por detrás das fachadas da cidade mais poderosa da América: câmaras ocultas, templos e túneis. Tudo o que lhe era familiar se transforma num mundo sombrio e clandestino, habilmente escondido, onde segredos e revelações da Maçonaria o conduzem a uma única verdade, impossível e inconcebível.

Trama de história veladas, símbolos secretos e códigos enigmáticos, tecida com brilhantismo, O Símbolo Perdido é um thriller surpreendente e arrebatador que nos surpreende a cada página.

O segredo mais extraordinário e chocante é aquele que se esconde diante dos nossos olhos…

A minha opinião:
Para começar quero dizer que gosto dos livros de Dan Brown. Não, nunca ganhará um Nobel, nem terá grandes méritos literários, mas entretém e aprendo sempre muito com os seus livros. No entanto, este livro não me encheu completamente as medidas... Talvez tivesse as expectativas demasiado altas, talvez o facto de andar cansada (preciso desesperadamente de férias!!!) e adormecer com facilidade justifiquem esta leitura não ter sido completamente satisfatória.

Mas voltando à leitura, ao contrário dos livros anteriores do autor, este não me agarrou imediatamente à história. De facto, só a cerca de 200 páginas do final é que ganhei entusiasmo pelo livro... A premissa é boa e semelhante às duas aventuras anteriores de Robert Langdon: desvendar um mistério escondido numa cidade num curto espaço de tempo. Depois de Roma e Paris, desta feita o segredo esconde-se em Washington. E talvez o meu maior problema com este livro resida precisamente aí: enquanto nos livros anteriores Langdon percorria a cidade em busca da próxima pista, neste parece que todas as pistas lhe são fornecidas ao início, só tem de desvendá-las enquanto foge...

Também a personagem feminina não me cativou como Victoria Vetra e Sophie Neveu. Aliás, se tivesse de ler mais uma vez que Katherine "prendeu o cabelo atrás das orelhas" acho que gritava... Felizmente que à medida que a acção avançava deixou de se preocupar se estava despenteada :)

Foi educativo no que refere à Maçonaria que, confesso, desconhecia quase por completo (o autor indica ao início que todos os rituais referidos no livro são reais), e fiquei com vontade de conhecer Washington, embora não tão apaixonadamente como aconteceu com Paris e Roma...

Classificação: 3

-------------------------------------------------------------------

Este livro conta para os Desafios Mystery & Suspense 2011 e Spring Reading Thing 2011.

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Theme Thursday - Partes da Face

Theme Thursdays é uma rubrica semanal, que funciona de quinta a quinta, organizada pela kavyen do blog Reading between Pages. 

Todos podem participar! Estas são as regras:
  • Um tema será colocado online todas as semanas (à quinta)
  • Pegar no livro que estamos a ler e escolher uma conversa/fragmento/frase
  • Mencionar o autor e o título do livro no post
  • É importante que o tema seja mencionado na frase (embora esta não tenha, necessariamente, de conter a palavra)

O tema desta semana é - PARTES DA FACE (Olhos, Ouvidos, Nariz, Lábios, etc)

"Teria sido, para começar, morena como Lady Bexborough, com uma pele de fina camurça e olhos bonitos. Teria sido, como Lady Bexborough, serena e majestosa, um pouco forte; partilhando o interesse dos homens pela política; teria uma casa de campo; seria muito digna e sincera. Não teria esta cara estreita, pequena e afilada, esta ridícula cara de pássaro."
~ p. 15, “Mrs. Dalloway” de Virginia Woolf

quarta-feira, 6 de julho de 2011

On My Wishlist (1)

Todos os bibliófilos sabem que a nossa lista de desejos nunca pára de aumentar. De facto, tem tendência para aumentar exponencialmente... Por cada livro que compramos/lemos, pelo menos mais dois vão parar à lista de livros que queremos ter/ler! Actualmente estava a guardar as capas dos livros na minha lista de desejos (em slideshow na barra da direita), mas dei por mim a não me recordar porque é que alguns lá foram parar... Por isso resolvi aderir à rubrica On My Wishlist, do blog Book Chick City, guardando assim, não só a capa, mas também a sinopse dos livros que quero ter/ler.

Como a Carolyn é flexível quanto à data em que postamos esta rubrica, e porque os meus fins de semana são, geralmente, passados longe da internet, resolvi postar à quarta-feira. No entanto, não o vou fazer obrigatoriamente todas as semanas, apenas quando a compulsão assim o exigir... ;-)

On My Wishlist é uma rubrica semanal, organizada pela Carolyn do blog Book Chick City, na qual irei listar as novas adições à minha lista de desejos, quer se tratem de novidades ou de clássicos.

Para começar em beleza, escolhi um livro que irei comprar de certeza, uma vez que se trata do terceiro livro de uma série que estou a seguir com interesse, O Clube das Investigadoras.

Título: 3º Grau
Autor: James Patterson
Sinopse: O Clube das Investigadoras regressa num thriller cheio de suspense. Mergulhando numa casa em chamas, a detective Lindsay Boxer descobre três cadáveres e uma misteriosa mensagem no local do crime. À medida que vão aparecendo mais corpos, Lindsay pede às suas amigas, Claire Washburn do gabinete de medicina legal, à assistente do promotor distrital Jill Bernhardt e à repórter do San Francisco Chronicle, Cindy Thomas, que a ajudem a encontrar o assassino que jurou matar a cada três dias. Ainda mais aterrador do que isso, ele tem como alvo uma das quatro amigas. Qual delas será? 

terça-feira, 5 de julho de 2011

Teaser Tuesday (26)

Teaser Tuesdays é uma rubrica semanal organizada pela MizB do blog Should Be Reading. 

Todos podem participar! Estas são as regras:
  • Pegar no livro que estamos a ler
  • Abrir numa página ao calhas
  • Partilhar duas frases dessa página. CUIDADO PARA NÃO INCLUIR SPOILERS!
  • Partilhar o título e o autor do livro, para que os outros participantes o possam adicionar às suas listas TBR (To Be Read). 

O meu teaser esta semana:
"Que prazer! Que mergulho! Era esta a sensação que tinha sempre, em Bourton, quando, com um leve ranger de dobradiças, igual ao que agora ouvia, escancarava as janelas e mergulhava no ar puro."
~ p. 7, “Mrs. Dalloway” de Virginia Woolf

A capa mais bonita (17)

A capa mais bonita é uma rubrica semanal do Tantos Livros Tão Pouco Tempo (inspirada na rubrica Cover Vs Cover do blog Library Mosaic) na qual cada semana é escolhido um livro e são comparadas a capa da edição original (sempre que possível) e a capa da edição portuguesa e, através de uma votação, é elegida a capa mais bonita.

Na semana passada a maioria concordou comigo e, assim, a capa mais bonita é a da edição islandesa de A Voz, com 8 votos contra 3.

Esta semana escolhi comparar as edições americana e portuguesa de O Símbolo Perdido de Dan Brown. Acho que ambas são bastante fiéis à história e apropriadas ao género, mas acho a portuguesa (que é igual à britânica) mais bonita. Se bem que posso dizer, por experiência própria, que as letras douradas em relevo não são grande ideia... E vocês, que acham?

Capa Americana
Capa Portuguesa


Qual a capa mais bonita?
Capa EUA
Capa Portugal

  
pollcode.com free polls

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Friday's Photo (24)

Fonte
Bom fim de semana e boas leituras!